header top bar

section content

Após “abandonar” Aldemir, Marcos Barros anuncia nova aliança e revela mágoa: “Ele desconfiou de mim”. Ouça!

O deputado Jeová Campos aproveitou a entrevista de Marcos Barros para dar boas vindas ao vereador. Ele falou ainda sobre a vinda de outros vereadores.

Por

01/12/2014 às 16h02

Vereador Marcos Barros revela mudanças

Nesse final de semana, durante uma entrevista de rádio em Cajazeiras, o vereador Marcos Barros (PSB) explicou que, está abandonando seu velho amigo de campanhas, o deputado estadual José Aldemir (PEN), para se aliar ao deputado eleito, Jeová Campos (PSB).

Marcos aproveitou a ocasião para revelar o motivo que o afastou de seu antigo aliado. “Não rompi com ele, o deputado quem rompeu comigo. Votei em José Aldemir na última campanha, mas, ele não acreditou no meu voto”, disse.

O vereador disse que, desde o seu primeiro voto, sempre esteve ao lado de José Aldemir e que, especialmente nessa última campanha, levou famílias inteiras para votarem e trabalharem em José Aldemir. “Estou muito triste. Jamais pensei que ele desconfiaria do meu voto”, afirmou.

Ouça áudio de Marcos Barros no programa Trem das Onze da Alto Piranhas.

Novo aliado
O deputado estadual Jeová Campos aproveitou a entrevista de Marcos Barros para dar boas vindas ao vereador. Jeová falou ainda sobre a vinda de outros vereadores, assim como Francisco Damasceno (Neto da Vila Nova – PTB). 

“Estaremos todos juntos com Lindemberg, Kleber e Humberto, entre outros, para a reeleição de Denise”, disse.

Ouça áudio de Jeová Campos no programa Trem das Onze da Alto Piranhas.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco

SERTÃO PRESTIGIADO

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, OAB-PB empossa os eleitos para comandar a instituição

ÁGUA

VÍDEO: Prefeito de Santa Helena inaugura barragem na comunidade São Bento e açude já acumula água