header top bar

section content

Ricardo Coutinho reúne multidão em prestigiado evento político nas cidades de Cajazeiras e Sousa

“A Força do Trabalho” que tem como candidato o governador Ricardo Coutinho (PSB), realizou eventos políticos na cidade de Sousa e Cajazeiras. Veja!

Por

18/09/2014 às 16h49

Ricardo visita Sousa e Cajazeiras. Confira aqui!

A coligação “A Força do Trabalho” que tem como candidato o governador Ricardo Coutinho (PSB), realizou eventos políticos na cidade de Sousa e Cajazeiras nessa quarta-feira (17).

Verdadeira multidão foi às ruas das cidades sertanejas motivada pela militância “Girassol”, que contou também com a presença dos candidatos Lucélio Cartaxo (PT), Jeová Campos (PSB) e Efraim Filho (DEM).

Na cidade de Sousa o evento ocorreu na Rua Dom Moises Coelho, no bairro Estação, e Ricardo Coutinho subiu ao palanque acompanhado dos ex-prefeitos: João Estrela (PDT) e Fábio Tyrone (PSDB).

Em seu discurso, Ricardo anunciou que Sousa ganhará no próximo mandato uma Escola Técnica Estadual, para que os jovens possam se qualificar em cursos profissionalizantes, facilitando o ingresso deles no mercado de trabalho.

Já em Cajazeiras, Ricardo Coutinho chegou acompanhado de Jeová Campos, do secretário Carlos Antonio, da prefeita Denise Albuquerque e do filho da gestora, Carlos Filho n(Carlinhos), que também discursou na Zona Norte da cidade.

O socialista falou da confiança que tem na sua reeleição, e destacou que as pessoas demonstram um bom prenúncio. “É isso que está escrito: Deus ajuda a quem trabalha e não quem gosta de enganar o próximo”.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’

ANALISAR MELHOR FORMA

Presidente da OAB Nacional diz que irá discutir modelo legal para a questão do armamento no Brasil

PARTICIPE!

Retiro de Carnaval de Pombal recebe adesão de fiéis para a execução do maior evento religioso da cidade

SANTA MARIA

VÍDEO: Faculdade de Cajazeiras é contraponto a injustiças sociais e falta de ‘gentilezas’, diz diretora