header top bar

section content

Carta: Pré-candidato entrega pontos e revela sua desistência da disputa ao Governo da PB

O peemedebista devolveu ao partido a pré-candidatura ao partido e disse que está pronto para qualquer outra missão que for incubido.

Por

26/06/2014 às 16h31

Veneziano explica desistência na PB

O ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), explicou nesta quinta-feira (26), através de carta aberta os motivos da sua renúncia em disputar o Governo do Estado nas eleições estaduais deste ano. O peemedebista devolveu ao partido a pré-candidatura ao partido e disse que está pronto para qualquer outra missão que for incubido.

Falando em “infidelidade” e “traição”, Veneziano lembrou que ao receber a missão de representar a história do PMDB percorreu toda a Paraíba no sentido de buscar idéias e defender as propostas que para ele seria as mais viáveis, diante da realidade administrativa estadual.

Para Veneziano, mesmo diante das incertezas e instabilidades, ele não chegou a dar ouvidos aos “boatos”. No entanto, ratificou, que agora, cabe a ele um gesto de desprendimento para devolver ao partido a candidatura que recebeu.

Confira a carta na íntegra:

Aos
Paraibanos,

Com muita honra, recebi a incumbência dos meus companheiros de Partido de representar a história e as tradições do PMDB, como pré-candidato ao Governo do Estado. Aceitei o desafio, movido pelas convicções e confiança do que poderíamos realizar pelo Estado e por sua população, como já o fizemos no exercício do cargo de Prefeito de Campina Grande.

Percorremos o território da Paraíba, ladeados por muitos aguerridos militantes, transmitindo nossas ideias e reafirmando nossos compromissos, em nome das mais legítimas aspirações populares. Ao longo dessa caminhada, tivemos a oportunidade de nos familiarizar com as necessidades e inúmeras carências das nossas regiões.

Aliando disposição e firmes propósitos, realizamos os seminários 'Pensando a Paraíba' para recolher as impressões e demandas do nosso povo. Mesmo com as incontáveis desigualdades e adversidades, sempre acreditamos e defendemos a nossa proposta como a mais adequada à atual realidade administrativa.

Se foram tantos os momentos de esperanças, outros quantos estão sendo vividos de instabilidades e incertezas – infidelidade mesmo – que minaram quaisquer resistências ao enfrentamento, que se tornou desigual e injusto, e que veio lamentavelmente a se consumar. Não me quedei à especulações. Não dei ouvidos a boatos. Vivi submetido, com correligionários e amigos, a um embate maniqueísta e de polarização midiática.

Defendi, em todos os fóruns, do mais longínquo município paraibano, até a capital do nosso Estado, as ideias do PMDB e os compromissos que professamos, mas sinto que, agora, no momento de definições das alianças políticas, cabe-me, em gesto de humildade e desprendimento, devolver ao partido esta pré-candidatura, para que institucionalmente possa avaliar a decisão que venha a nortear os nossos rumos.

De minha parte, reitero a convicção de que, para qualquer missão, estarei pronto e inarredavelmente comprometido com os princípios e ideário da nossa legenda, e sempre em defesa de uma Paraíba melhor para todos os conterrâneos.

Paraíba, 26 de junho de 2014

Veneziano Vital do Rêgo

DIÁRIO DO SERTÃO com MaisPB

Tags:

Recomendado para você pelo google

ELITISMO?

VÍDEO: Escolas federais têm segurança, mas as outras são ‘destratadas’, afirma diretor em Cajazeiras

FUTEBOL

VÍDEO: Diário Esportivo fala sobre o Festival de Prêmios do Atlético e do clássico contra o Sousa

MASSACRE DE SUZANO

VÍDEO: Psicóloga fala sobre jogos eletrônicos e ausência da família influenciando tragédias com jovens

O CAMINHO

VÍDEO: Em Pombal, Frei Gilson declara que a Igreja Católica precisa pregar um catolicismo praticante