header top bar

section content

Prefeito de Sousa defende retirada de seis milhões de metros de água de Boqueirão

O sousense disse que CZ pode doar essas águas para a plantação.¨É para fazer uma aguação de salvação¨ Disse.

Por

25/08/2013 às 11h41

Em Sousa, a Câmara Municipal discutiu nessa sexta-feira (23) a questão da seca e a falta de água em audiência pública, que teve a participação do deputado José Aldemir (PEN) e do prefeito da cidade, André Gadelha (PMDB).

O gestor disse que o projeto para Sousa e o que se discutiu na audiência foi a interligação da água de “Mãe D´Água” para São Gonçalo, resolvendo assim, o problema da convivência com a seca, porém demoraria cerca de 60 dias para a concretização.

O prefeito sousense defendeu também, que sejam liberados os seis milhões de metros cúbicos de água do açude de Engenheiro Ávidos (Boqueirão), para o plantio de coco no perímetro irrigado de São Gonçalo.

O reservatório que está com pouco mais de 15% da capacidade máxima, mas de acordo com o sousense, o reservatório de Cajazeiars pode “doar” essas águas para a plantação no município. “É para fazer uma aguação de salvação”

André Gadelha afirmou que a retirada da água não vai dificultar o abastecimento para cidade de Cajazeiras, pois ela precisará até janeiro de dois milhões de metros cúbicos e o açude ainda está com 39 milhões.

Entenda o caso clicando aqui: Por água, autoridades de Cajazeiras declaram guerra a Sousa; Açude perderá seis milhões

Deputado de CZ chama para mobilização por água e declara ¨Os açudes estão nos cascos¨

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

DESTAQUE

VÍDEO: Projeto de microcrédito coordenado por cajazeirense vence prêmio internacional em São Paulo

SE SENTINDO TRAÍDO

VÍDEO: Ricardo cita nomes responsáveis por racha e rejeita amizade com João: “Está na página deplorável”

FIM DO SONHO?

VÍDEO: Membro do comitê pede explicações sobre a não entrega do projeto do HU do Sertão dentro do prazo

VÍDEO

Júnior promete apoiar Denise para disputar prefeitura de Cajazeiras e denuncia gestão de Zé Aldemir