header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Especialista compara depressão com diabetes e repudia preconceito com problemas psicológicos. Veja Vídeo!

De acordo com Thalita, a sociedade tem resistência em ir ao psicólogo, ao psiquiatra ou tomar medicação. "O problema psicológico precisa ser tratado”.

Por

07/08/2015 às 16h32

A psicóloga da cidade de Sousa, Thalita Langbehn em seu comentário Direto ao Ponto para a TV Diário do Sertão desta sexta-feira (07) falou sobre o preconceito que as pessoas têm com relação ao tratamento das doenças psicológicas. De acordo com Thalita, a sociedade tem resistência em ir ao psicólogo, ao psiquiatra ou tomar medicação.

“Precisamos desmistificar essa história de que psicólogo ou psiquiatra é coisa para louco. O problema psicológico é uma doença normal e precisa ser tratado”, disse ela, comparando o transtorno de ansiedade e a depressão com diabetes ou um problema cardíaco. 

Thalita contou que essa história do preconceito começou na época medieval, e que ao longo dos anos, as pessoas entenderam que, sofrer problemas psicológicos é motivo de vergonha e até escondem.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”

A ARTE DO CORPO

VÍDEO: Bailarino que dá aula de dança em Cajazeiras fala da sua trajetória e de projetos para a cidade