header top bar

section content

Tem que pagar: Ex-prefeita da região de Cajazeiras terá que devolver R$ 107 mil aos cofres do município. Veja!

A decisão foi publicada em 22 de agosto de 2014. A prefeita recebeu ainda Multa Pessoal no valor de R$ 2.805,10. A denúncia feita por vereadores.

Por

04/11/2014 às 17h30

Ex-prefeita de Uiraúna foi julgada pelo TCE-PB

O Tribunal de Contas da Paraíba julgou procedente uma denuncia feita quanto à irregularidades na construção da Garagem Municipal e da Secretaria de Saúde. A corte imputou débito total de R$ 107.913,17 à ex-prefeita Glória Maria Geane de Oliveira Fernandes. 

Os valores são referentes a: – pagamentos por serviços de engenharia não executados, sendo R$ 72.961,77 referente à construção da garagem Municipal, – e R$ 34.951,40, relativo à construção da sede da Secretária da Saúde do Município.

A decisão foi publicada em 22 de agosto de 2014, tendo a ex-prefeita um prazo de 60 dias para ressarcir o valor ao Município. A prefeita recebeu ainda Multa Pessoal no valor de R$ 2.805,10.

A denúncia feita pelos vereadores de Uiraúna: Jailson Nogueira, Benevenuto Claudino e Iracema de Custódio.

Esclarecendo
O prefeito Bosco Fernandes lembra a todos que iniciou a construção da Garagem Municipal e da Secretaria de Saúde no último ano de seu mandato deixando em caixa a quantia de R$248.043,35. Esse valor era para que a então prefeita eleita. Dra. Geane desse continuidade a execução da obra.

Em janeiro de 2013, quando Dr. Bosco assumiu o seu quarto mandato o saldo da conta contava apenas com o valor de R$ 12.072,74. E as obras não foram concluídas.

DIÁRIO DO SERTÃO com Assessoria

Tags:
FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar

GOVERNADOR ELEITO

VÍDEO: Azevêdo diz que apesar de Sousa não eleger nenhum deputado, cidade terá representante no governo

AGRADECIMENTOS

VÍDEO: Em show após morte do pai, cantor cajazeirense emociona ao contar trajetória e apoio da família

SE POSICIONANDO

Líder católico de Cajazeiras grava vídeo fazendo apelo para não votarem em Bolsonaro “pelo amor de Deus”