header top bar

section content

Presidente de Câmara do Sertão vai devolver R$ 34 mil a cofres públicos; Câmara teve contas reprovadas

A desaprovação das contas foi devido a despesas não comprovadas. O TCE decidiu por imputação de débito superior a R$ 34 mil. Cabe recurso a decisão

Por

16/10/2013 às 16h20

O Tribunal de Contas da Paraíba reprovou, nesta quarta-feira (16), as contas de 2011 da Câmara Municipal de Santana de Mangueira, localizada na região do Vale do Piancó. O TCE decidiu por imputação de débito superior a R$ 34 mil ao ex-gestor Arnaldo Pereira de Moura (DEM).

A desaprovação das contas foi devido a despesas não comprovadas. Cabe recurso contra a decisão.

Casa Civil do Governador
O TCE adiou para a próxima semana o julgamento do processo atinente à prestação das contas de 2011 da Casa Civil do Governador, a pedido do advogado Johnson Abrantes então notificado para atuar na defesa de outro constituinte perante a Justiça Eleitoral.

DIÁRIO DO SERTÃO com Ascom TCE-PB

Tags:
ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo