header top bar

section content

Vice-prefeito e vereadores de CZ realizam audiência para discutir liberação das águas do Boqueirão

Todos os presentes manifestaram posição contrária à liberação da água, pois, colocaria em risco o abastecimento humano, que deve ser priorizado.

Por

27/08/2013 às 15h36

Após a polêmica gerada em torno da autorização do DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas) de liberar seis milhões de metros cúbicos de água do Açude de Boqueirão para irrigar a plantação de coco em São Gonçalo, a Câmara Municipal de Cajazeiras realizou sessão especial nesta segunda-feira (26) para se posicionar sobre o assunto.

A sessão contou com a presença de várias autoridades, entre elas o vice-prefeito de Cajazeiras, Júnior Araújo e representantes da sociedade civil organizada, além de técnicos especializados na questão.

Todos os presentes manifestaram posição contrária à liberação da água para irrigação, pois o reservatório está com apenas 38 milhões de metros cúbicos, o que colocaria em risco o abastecimento humano, que deve ser priorizado.

De acordo com Junior Araújo, a cidade de Cajazeiras está atenta e não vai aceitar imposições e determinações sem fundamento. “Vamos continuar em vigília e tomando as providências cabíveis e corretas. Temos que pensar no amanhã, se isso não acontecer, teremos vários problemas, não tenho dúvida”, disse.

Secom

Tags:

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras