header top bar

section content

Centenário da Diocese de Cajazeiras

14/06/2015 às 14h14

A Bula da elevação da Diocese da Paraíba à Arquidiocese, assinada por Pio X, em 6 de fevereiro de 1914, cita em um dos seus parágrafos: “Tendo em vista a súplica insistente do Senhor Núncio Apostólico no Brasil e do próprio Bispo da Paraíba, no sentido de ser dividida em duas a Diocese da Paraíba e fundada em sua parte ocidental uma nova Diocese de Cajazeiras, que tornara seu nome da cidade, escolhido por sede; nós, que procuramos com todas as forças, desde os tempos mais remotos, promover a salvação eterna dos fiéis a Cristo no orbe interno, depois de consultados nossos veneráveis Cardeais da Santa Igreja Romana, reunidos em Consistório, resolvemos atender benignamente os pedidos a nós dirigidos”.

A Carta Apostólica “AD UNIVERSAS ORBIS ECCLESIAIS”, datada de 27 de abril de 1892, já separava o território diocesano da Paraíba em duas partes, com o objetivo do surgimento de uma “nova Circunscrição Eclesiástica na Região Brasileira”.

Com a criação da Diocese de Cajazeiras, o limite entre as duas foi então, demarcado pela separação das águas entre as paróquias de Santa Luzia de Sabugi e de Soledade, que alcançam as raízes da Serra do Teixeira com as demais paróquias de Patos e a de Piancó, nos limites do estado de Pernambuco.

Estas fronteiras só foram alteradas no ano de 1959 com a criação da Diocese de Patos através da Bula “QUANDOQUIDEM DEUS”, assinada em Roma no dia 27 de janeiro, no primeiro ano do pontificado de João XXIII, que diz o seguinte: “Separamos da Diocese de Cajazeiras os municípios vulgarmente chamados Patos, Malta, Princesa Isabel, Santa Luzia e São Mamede; e as Cúrias ou Paróquias de Santo Antônio e Santa Ana do município de Piancó, igualmente separamos da Diocese de Campina Grande os territórios chamados Taperoá e Teixeira e o território do Distrito que se denomina Junco do Seridó pertencente ao município de Santa Luzia. A toda essa região constituímos uma nova Diocese que se deve chamar Patoense e deve confinar-se pelos mesmos limites que os municípios e paróquias de que se compõe conforme e delimitam atualmente por lei civil”.

Na época era bispo da diocese de Cajazeiras Dom Zacarias Rolim de Moura, que segundo consta em documentos foi consultado sobre a divisão e deu o seu beneplácito.

As comemorações do Centenário da nossa diocese vêem acontecendo desde o ano passado e terá como auge a celebração de uma missa que será presidida pela maior autoridade eclesiástica do Nordeste que é Dom Antônio Fernando Saburido OSB, é um monge beneditino brasileiro e atual Arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, que representará o Núncio Apostólico do Brasil Dom Giovanni D’Aniello, que havia confirmado a sua presença, mas por razões diplomáticas, em sua agenda, não poderá participar da missa que será celebrada no dia vinte e sete de junho.

Ressalte-se a figura de Dom José Gonzalez Alonso, bispo da nossa Diocese, que não tem medido esforços nestas celebrações, que ao longo do ano, tem tido a inspiração divina e a benção de Nossa Senhora da Piedade para o brilho e o êxito deste centenário, que marcará com certeza uma das páginas mais importante de nossa História.

Dom Zacarias Rolim de Moura
O 5º bispo da Diocese de Cajazeiras, Dom Zacarias Rolim de Moura, que se vivo estivesse completaria neste dia 13 de junho 101 anos foi eleito no dia 02 de maio de 1953 e sua posse canônica se deu no dia 25 de julho de 1953 e sua Sagração Episcopal foi no dia seguinte, na Catedral de Nossa Senhora da Piedade, presidida por Dom Carlos Coelho, então bispo de Nazaré da Mata-PE e governou a diocese até o dia 12 de julho de 1990. Nasceu no Sítio Malhada das Pombas, município de Umari-Ce e faleceu na mesma casa onde nascera no dia 05 de abril de 1992. Seu lema “Verita et vita” foi cumprido fielmente.

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br

MERCADO NEGRO

EXCLUSIVO: Padre denuncia que Cajazeiras está repleta de ‘locadoras de armas’: “A polícia sabe” – VÍDEO!

PARABÉNS

VÍDEO: Veja a mais nova música que homenageia a cidade de Cajazeiras nos seus 154 anos de emancipação

AO VIVO

Assista ao Debate de Cajazeiras completo; vários temas foram levantados para melhorar a cidade

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br