header top bar

Reudesman Lopes

section content

Critério da arbitragem é a falta de critério?

03/10/2015 às 18h06

Por Oscar Roberto Godoi e Reudesman Lopes

Se os árbitros brasileiros que carregam no peito o emblema da FIFA estão pisando na bola, o que esperar daqueles que estão classificados abaixo e os têm como referências? Seriam meros erros do ser humano ou equívocos tendenciosos? O que está passando pela cabeça do torcedor comum? Não me canso de dizer e escrever que o critério da arbitragem é a falta de critério. Culpa de quem? Do comando ou dos comandados? Numa mesma rodada do Brasileirão temos e continuaremos tendo interpretações diferentes para lances semelhantes e, pior, o mesmo árbitro com critérios diferenciados para lances parecidos.

Seria “uma ação de acordo com a situação?”. No jogo em que o Vasco virou para cima do Flamengo e venceu por 2 a 1, o árbitro gaúcho FIFA Leandro Pedro Vuadem poderia ter marcado pênalti para o Vasco, no primeiro tempo, quando o rubro-negro Cáceres bloqueia um chute com os dois braços.

Preferiu interpretar, equivocadamente, como bola na mão. No segundo tempo, com 1 a 1 no placar, ele marcou pênalti para o Vasco quando Jorge cabeceou a bola no seu próprio braço. Uma vergonha se levarmos em conta o critério utilizado no “pênalti” não marcado. 

Nenê cobrou e fez o gol da vitória vascaína. O presidente Eurico Miranda disse, lá atrás, que o Vasco não cai. Pela reação e pelos critérios dos apitadores, também acho que dá para escapar. 

Aliás, a falta de Emerson em Andrézinho que, na cobrança do capitão Rodrigo resultou no empate em 1 a 1, também é questionável, discutível. Mas, interpretação é pessoal e, porque não, intencional? Em Santos, o FIFA Heber Roberto Lopes deixou de marcar um pênalti muito visível de Paulo Ricardo em Nilton e, depois, marca corretamente, pênalti do mesmo Paulo Ricardo em Juan. Enquanto os árbitros medalhões com emblema da FIFA no peito pisam no apito de acordo com seus interesses sem que sejam punidos e sim escalados nos jogos mais importantes, o paulista Flávio Souza, classificado como CBF-1, interpretou corretamente o lance em que a bola bateu no braço do zagueiro cruzeirense Manoel, dentro da área e ele não marcou pênalti. 

O Cruzeiro vencia por 1 a 0 e jogava desde o final do primeiro tempo com um jogador a menos.  Critério da arbitragem é a falta de critério?

O adeus a Nildinho
Um grande número de cajazeirenses e cajazeirados participaram dos funerais de Nildemberg de Sousa Meireles (Nildinho) que na segunda feira 28, com graves problemas de saúde, faleceu em João Pessoa para onde havia sido transferido. O seu sepultamento aconteceu em Cajazeiras, na terça feira 29, amigos e familiares, lamentaram a perda de uma pessoa muito querida pela sociedade local e regional. Nildinho teve uma bela participação no cenário do futebol local e jogou por algumas das boas equipes do nosso futebol, entre elas o Comercial Futebol Clube e o Cruzeiro de Vicente de Chico Branco.

Justas homenagens 
A Câmara Municipal de Cajazeiras em atendimento a projetos de lei dos vereadores Nilson Lopes e Ivanildo Dunga, estará prestando honradas homenagens a dois professores de Educação Física desta cidade que são exemplos de competência e comprometimentos com os esportes e as atividades físicas desta cidade. A professora Ray receberá o título de Cidadania cajazeirense, enquanto que o professor Judmacy Ricarte vai receber a Medalha Deputado João Bosco Braga Barreto. Desde já, nos sentimos honrados com o reconhecimento que a cidade demonstra através dos nossos representantes para com Ray e Judmacy.

BOLA DENTRO
Para Cajazeiras que como João Pessoa e Campina Grande, disputará o campeonato paraibano de futebol com duas equipes a lhe representar: Atlético Cajazeirense de Desportos e o Paraíba Esporte Clube. Para a terra do Padre Rolim a NOTA 10!

BOLA FORA
Para o Botafogo da capital eliminado precocemente do brasileirinho da Série C. Após muito ôba ôba, o Belo decepcionou e caiu na primeira fase da competição. Foi feio e por isso a NOTA 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br