header top bar

section content

Anvisa acha pelos de ratos e proíbe venda de famosa marca de extrato de tomate; veja!

Teste encontrou vestígios em produto da Heinz. Empresa diz que lote já foi retirado do mercado

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

18/07/2016 às 14h32 • atualizado em 18/07/2016 às 14h33

Lote do extrato de tomate Heinz é proibido nos mercados do País (Foto: Reprodução)

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu nesta segunda-feira (18), por meio de publicação no Diário Oficial da União, a distribuição e a venda de um lote do Extrato de Tomate Heinz, fabricado pela Heinz Brasil S.A, em todo o território nacional, por causa da presença de pelos de ratos.

Um laboratório credenciado pela Anvisa, a Fundação Ezequiel Dias (LACEN-MG), “detectou matéria estranha indicativa de risco à saúde humana, pelo de roedor, acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente”. O lote sob suspeita é o L06, cuja validade é até 01/04/2017.

Leia mais notícias de Economia

Veja como driblar riscos de comida contaminada por ratos

A agência determinou que a empresa recolha o “estoque existente no mercado, relativo ao lote do produto descrito”.

Em nota, a Kraft Heinz Brasil informou que o caso se trata de um lote distribuído em Minas Gerais, em 2015, e que os produtos já foram retirados do mercado voluntariamente pela empresa.

A empresa disse ainda, no comunicado (leia abaixo na íntegra), que “adota rigoroso controle de qualidade em todas as etapas da produção, desde a escolha de fornecedores, processo produtivo e distribuição final dos seus produtos”.

Em agosto de 2013, a empresa havia sido alvo da Anvisa por causa da presença de pelos de roedores em um lote de ketchup. Na ocasião, a agência proibiu em todo o País a comercialização do produto, produzido no México. O lote em questão era o 2K04.

Em fevereiro do mesmo ano, a Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) pediu à Anvisa a retirada preventiva do mercado do lote 2C30 do Tomato Ketchup Heinz, de 397 gramas, após ter encontrado pelos de roedor no produto.

O OUTRO LADO

A Kraft Heinz Brasil informa que o caso se trata de notificação realizada em julho de 2015 pela Gerência Colegiada da Superintendência de Vigilância Sanitária de Minas Gerais, acerca de lote encontrado somente nessa região. Na ocasião a empresa recolheu as embalagens disponíveis no comércio do lote 06, validade 4/2017, de extrato de tomate da marca, não havendo qualquer contraindicação ao consumo dos lotes presentes nos mercados hoje. Em 14 junho deste ano, o processo foi dado como encerrado pela ANVISA, com a publicação no Diário Oficial da União.

A companhia declara que adota rigoroso controle de qualidade em todas as etapas da produção, desde a escolha de fornecedores, processo produtivo e distribuição final dos seus produtos. Internamente ainda possui diversos mecanismos que avaliam de forma constante suas boas práticas de fabricação dentro de um Sistema de Gestão da Qualidade próprio. A Kraft Heinz Brasil reafirma seu total respeito, transparência e compromisso com o consumidor, com o foco constante na máxima qualidade de seus produtos, comprovada e reconhecida em todo o mundo.”

R7

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe