header top bar

section content

Cajazeiras: Moradores dizem que estão tomando água de esgoto e culpam a CAGEPA

Gerente regional da Cagepa em Cajazeiras nega que o órgão tenha feito ligação de rede de consumo com rede de esgoto.

Por Jocivan Pinheiro

08/02/2017 às 15h33 • atualizado em 08/02/2017 às 16h17

Os moradores de um edifício localizado na Rua Irmã Fernanda Marabello, nas imediações do Campus da UFCG de Cajazeiras, estão reclamando que a água que abastece o prédio tem chegado aos apartamentos com aspecto escuro e cheiro insuportável.

Segundo a professora Cristina Novikoff, que mora no edifício há oito meses, os moradores vinham consumindo a água normalmente, até que notaram o mau cheiro, que aumentava cada vez mais. Ela conta que uma vizinha teria descoberto que a rede que abastece o prédio teria sido ligada a uma rede de esgoto durante uma obra na rua.

VEJA MAIS: Água de Lagoa do Arroz começa a abastecer a zona norte de Cajazeiras

Água que sai das torneiras no referido edifício

Com receio de usar o líquido e sofrendo até ânsia de vômito, Cristina decidiu comprar água mineral para a lida diária, mas ela reclama que financeiramente não dá para continuar com esse gasto.

– Nós compramos galões de água mineral para podermos consumir, tomar banho, nos higienizar, cuidar da louça, da comida, mas é inviável ficar comprando galões de água. Eu mesma não pretendo continuar aqui até que esse problema seja resolvido – disse a professora.

Mau cheiro da água é muito forte, segundo moradores

O OUTRO LADO
O gerente regional da Cagepa em Cajazeiras afirmou que já sabia do problema e já enviou técnicos para normalizar a situação. No entanto, ele nega que o órgão tenha feito ligação de rede de consumo com rede de esgoto.

– Que a Cagepa estava distribuindo água com esgoto não é dessa forma. Em algum momento a água pode ter chegado à residência com alteração e por alguns minutos pode não ter atendido à portaria. Como se verificou que nos reservatórios tinha água armazenada com essa característica, nós, em parceria com os moradores e a imobiliária, fizemos o descarte dessa água, a desinfecção dos reservatórios, disponibilizamos água de qualidade em ato contínuo e acreditamos que agora a questão vai se normalizando – declarou.

Cleudismar Alexandre (Nenem da Cagepa), gerente regional da Cagepa em Cajazeiras

Cleudismar Alexandre (Nenem da Cagepa) alega que o problema pode ter ocorrido porque o prédio fica numa das áreas mais altas da cidade, onde geralmente são instaladas as ‘pontas de redes’, e nelas ocorre acúmulo de resíduos de alguns materiais que ficam presos em partes da tubulação. Para evitar esse acúmulo, segundo Nenem, a Cagepa vai interligar ou estender a rede no referido local.

DIÁRIO DO SERTÃO

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis