header top bar

section content

Criação do Instituto Federal do Sertão entra na meta do Governo Temer para 2017. VEJA!

DESMEMBRAMENTO: Entre as metas do Governo Temer está a implantação do Instituto Federal do Sertão da Paraíba (IFSPB).

Por Luzia de Sousa

01/09/2016 às 21h42 • atualizado em 01/09/2016 às 22h00

Instituto Federal do Sertão poderá ser realidade

Foi divulgado no Diário Oficial da União dessa quarta-feira (1), os ‘planos’ do Ministério da Educação para esse novo governo implantado no Brasil.

Entre as metas do Governo Temer está a implantação do Instituto Federal do Sertão da Paraíba (IFSPB). A sua criação faz parte das Metas do Ministério da Educação para o triênio 2016-2019, que define iniciativas e objetivos a serem alcançados nessa gestão.

+ IFPB pode ser desmembrado para unidade do Sertão e Cajazeiras ser sede da reitoria

O orçamento previsto é de R$ 150 milhões para a implantação a partir de janeiro de 2017. A divisão do IFPB seria a configuração de um novo instituto a partir dos campi do Sertão do Estado, deixando as regiões de Campina e João Pessoa de fora.
Desmembrar, segundo defensores do projeto que tramita na Câmara Federal é também assegurar orçamento próprio para o Sertão. A partir da divisão, as discussões começam pela disputa da reitoria.

Veja aqui!

metas

Entenda
A luta pelo desmembramento do Instituto Federal da Paraíba deu um importante passo este mês e se transformou em Projeto de Lei. De autoria do deputado federal Wilson Filho (PTB), a proposta é criar o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão da Paraíba (IFSPB).

A propositura foi apresentada na Câmara Federal em 16 de fevereiro e será submetida a apreciação das comissões e somente depois, caso aprovada vai para votação dos deputados. Com a criação do IFSPB, a nova instituição terá orçamento próprio para gerir os Campi.

O professor do IFPB, Campus de Cajazeiras, Daladier Júnior explicou ao Diário Sertão que o desmembramento deverá ocorrer a partir do Campus de Patos até a Terra do Padre Rolim e comemorou o importante caminhar da luta pela desvinculação da instituição da Paraíba.

Daladier Júnior explicou que as discussões avançaram e ganharam notoriedade social e política após a realização de duas audiências públicas no IFPB, que contou com a adesão dos alunos e professores.

Ele informou que o projeto não fixa a sede do IFSPB, ou seja, qual cidade ficará a reitoria de ensino, mas acrescentou que Cajazeiras tem grandes chances de entrar na disputa e ganhar.

“Temos um curso reconhecido como um dos melhores do Brasil, temos o maior número de alunos, além de experiência no ensino superior”, destacou Daladier, adiantando que esses pontos podem ser fortes para decisão da reitoria.

DIÁRIO DO SERTÃO

155 ANOS DA TERRA DO PADRE ROLIM

VÍDEO: Diocese ficou em Cajazeiras porque Sousa tinha padres casados? Professor explica essa história

PT RACHADO

Marcos do Riacho do Meio diz que petista que tem cargo e ‘juízo’ deve votar nos candidatos do prefeito

LANÇAMENTO

Festival Brasileiro de Cinema Espírita e Espiritualista foi destaque no programa Mensagem de Esperança

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Saiba como descobrir sua vocação profissional e ser bem-sucedido da universidade ao trabalho