header top bar

section content

Defesa Civil Estadual inspeciona áreas alagadas em São João do Rio do Peixe

A exemplo de Sousa, que está com cerca de 150 famílias desabrigadas, em São João do Rio do Peixe, o Governo do Estado também providenciará o AVADAN - para ser encaminha à Defesa Civil Nacional.

Por

24/04/2009 às 07h59

O gerente executivo da Defesa Civil Estadual, coronel Sinval Pinheiro Borges, por recomendação do governador José Maranhão, visitou na tarde desta quinta-feira (23) dezenas de ruas de quatro bairros da cidade de São João do Rio do Peixe, na região de Cajazeiras.

A exemplo do inverno do ano passado, as mesmas áreas voltaram a ser alagadas pelo Rio do Peixe, que tem aumentado seu volume por conta do transbordamento da Barragem Capivara, em Uiraúna, devido as chuvas dos últimos dias. 270 famílias na sede da cidade estão com suas casas em áreas alagadas, além de comunidades rurais.

Sinval Borges conversou com vários moradores das ruas alagadas, fez anotações e coordenou o serviço de inspeção da Defesa Civil na cidade. Na sequência, houve uma reunião na Câmara Municipal com a participação do gerente operacional da Defesa Civil do Estado, George Saboya; do tenente coronel Dutra, comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar, homens do Corpo de Bombeiros; secretário municipal de Infra estrutura, Roberto Monteiro, e um representante da Secretaria da Cidadania e Administração Penitenciária.

O coronel Sinval seguiu viagem para tentar chegar a Poço Dantas, município que está praticamente ilhado por causa das estradas de acesso intransitáveis. Nesta sexta-feira ele continua na região.

A exemplo de Sousa, que está com cerca de 150 famílias desabrigadas, em São João do Rio do Peixe, o Governo do Estado também providenciará o AVADAN – relatório de Avaliação de Danos para ser encaminhado à Defesa Civil Nacional.

Sinval Pinheiro Borges ficou preocupado com o alagamento de ruas e casas e alerta às pessoas sobre o risco de doenças que podem ser transmitidas pelas águas de enchentes. O fato é que ninguém até agora pretende deixar suas residências. A Defesa Civil está tentando conscientizar as pessoas quanto à necessidade de deixar ao menos temporariamente seus lares.

Os bairros alagados em São João do Rio do Peixe são: da Estação Ferroviária; Santa Madalena; Rua Nova e Seu Alexandre. Das 270 casas, cerca de 100 estão com água em seu interior. Nas áreas rurais de Caraíbas, Vila do Brejo e Viração existem cerca de 200 pessoas.

Os moradores afirmam que o alagamento está acontecendo com maior freqüência depois que a barragem Capivara começou a transpor água no Rio do Peixe.

Fonte:Secom

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!