header top bar

section content

INOCENTE! Empresário sousense que ficou três anos preso é inocentado pela justiça do Ceará; júri popular durou mais de 72 horas

Depois de muitas horas de depoimento de várias pessoas, réus e advogados, Lourinho foi absolvido pela justiça cearense. Confira!

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

10/02/2017 às 08h56 • atualizado em 10/02/2017 às 09h25

Erivaldo foi absolvido pela justiça cearense (foto: Facebook)

Um dos maiores julgamentos já realizados pela justiça do município de Caucaia no Ceará iniciou às 08:30h da segunda-feira (06) e só encerrou na noite da quinta-feira (09) e resultou na absolvição de três réus, um deles é o empresário Erivaldo de Oliveira Pordeus, mais conhecido como “Lourinho”, que é natural da cidade de Aparecida, sertão da Paraíba.

O crime
Erivaldo passou mais de três anos preso após ter sido acusado de comandar o assassinato do ex-sócio Francisco Fábio de Vasconcelos, que tinha 49 anos. O crime ocorreu no dia 20 de julho de 2012 na fábrica de Salgados “Salgadinhos Bizu”, em Fortaleza/CE, dos sócios Erivaldo e Francisco Fábio. Quatro pessoas foram presas após o crime.

Depois de muitas horas de depoimento de várias pessoas, réus e advogados, Lourinho foi absolvido pela justiça cearense. Em contato do Diário do Sertão, Erivaldo agradeceu a Deus por ter sido julgado inocente no processo: “Graças a Deus, deu tudo certo, a justiça foi feita”, destacou.

Relembre: Mãe de empresário sousense acusado de mandar matar sócio diz que filho é inocente. Vídeo exclusivo!

Três réus foram absolvidos pela justiça (foto: Diário do Sertão)

Versão da polícia
Na época, a fábrica foi invadida por quatro homens armados que supostamente anunciaram um assalto, e depois efetuaram três tiros na cabeça de Francisco Fábio, para aparentar um crime de latrocínio (roubo seguido de morte) e depois fugiram levando uma quantia de aproximadamente R$ 7 mil em dinheiro.

A Polícia Civil passou a analisar o crime e concluiu que foi uma execução. A viúva do empresário, Antônia Neuda Cândido de Oliveira Vasconcelos, 34 anos, que mantinha um relacionamento amoroso com o “Lourinho”, havia sido presa na época do ocorrido, e atualmente permanece em prisão domiciliar.

De acordo com a versão da Polícia, o “Lourinho” teria comandado o crime juntamente com José Wilton da Silva Pires, o ´Zé do Cajueiro´, o intermediário na contratação dos três pistoleiros, um deles identificado como Elioberto Santana Moura, mais conhecido como “Léo”, um dos matadores que fingiu o roubo.

Absolvidos
O tribunal do júri também absolveu: José Wilton da Silva Pires, o “Zé do Cajueiro” e Elioberto Santana Moura, mais conhecido como “Léo”.

DIÁRIO DO SERTÃO

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!