header top bar

section content

Advogados estudam novo recurso e mandado de segurança para Cássio permanecer no poder

Mandado de segurança já será protocolado na manhã de hoje, pelo advogado Peçanha Martins.

Por

17/02/2009 às 23h08

Os advogados de Cássio Cunha Lima (PSDB), saíram na noite de hoje do Tribunal Superior Eleitoral, de onde pretendem analisar os próximos passos da defesa no caso FAC, onde Cássio Cunha Lima acabou sendo cassado pela Justiça Eleitoral por uso de um programa assistencial, supostamente obtendo vantagem nas eleições de 2006.

O ministro Carlos Ayres Brito, presidente do TSE, afirmou que o mandado de segurança, interposto pelo advogado Peçanha Martins, ex-ministro do TSE, não será analisado hoje, entrando no seu gabinete apenas após ser protocolado na Corte.

A defesa lembrou durante todo o tempo que a decisão cabe recurso e não desacreditou a possibilidade de Cássio ficar no poder.

Quanto a posse do senador José Maranhão, os advogados peemedebista afirmaram que renunciar ao senado é uma decisão individual da parte, que deverá informar isto em breve.

Da Redação do Diário do Sertão
Com ClickPB

Tags:
VÍDEO!

Diário esportivo fala sobre os craques da Copa do Mundo e o futebol amador da cidade de Cajazeiras

EMPODERAMENTO

VÍDEO: Equipe Bike Girls de Cajazeiras promove neste final de semana pedal dedicado às mulheres

OUTRO LADO

Secretário de saúde diz que verbas federais serão mantidas e que o SAMU de Cajazeiras não vai fechar

PRECONCEITO

EM CAJAZEIRAS: Gari revela que as pessoas negam água e restaurantes proíbem entrada para comprar marmita