header top bar

section content

Presidente da OAB de Cajazeiras diz que a meta é construir o fórum, mas precisa de ajuda financeira da ‘oposição’

João de Deus Quirino Filho endossou o discurso de Paula Maia, afirmando que o período eleitoral já passou e agora é hora de se unirem em prol da categoria

Por

19/11/2015 às 10h34

Reeleito presidente da OAB – Seccional de Cajazeiras, o advogado João de Deus Quirino Filho já antecipou que a principal meta da sua segunda gestão é iniciar a construção do novo fórum de Cajazeiras, um desejo antigo da comunidade jurídica local. Para isso, dois ‘detalhes’ são essenciais. O primeiro deles é garantir a emenda parlamentar de R$ 1 milhão do deputado Jeová Campos. E o segundo é contar também com o apoio do novo presidente da OAB da Paraíba, Paul Maia, mesmo sem ter votado nele. Apoio não só político, mas principalmente financeiro.

Em participação no programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão, João de Deus endossou o discurso do próprio Paula Maia, afirmando que o período eleitoral já passou e agora é hora de a OAB do estado se unir em prol de melhorias para a categoria, deixando de lado as ideologias de oposição e situação.

“Esperamos que a partir de agora, superado o período eleitoral, não haja mais vencedor nem vencido, haja uma instituição que é muito forte chamada OAB e que precisa ser respeitada, valorizada, independentemente dos advogados de Cajazeiras não terem optado pelas propostas e pelo nome do presidente Paula Maia. Mas agora ele é presidente de todos os advogados e nós esperamos que ele possa, com Cajazeiras especificamente, cumprir fielmente as suas propostas e trazer benefícios para os advogados”, afirmou.

Veja mais:

► Novo presidente da OAB da Paraíba garante que não se vingará de advogados de Cajazeiras e Sousa

► Advogado diz que denúncia de empresário de Cajazeiras 'coloca todos no mesmo saco'

Questionado se a sua relação com o novo presidente da OAB da Paraíba será conturbada pelo fato de não ter votado nele, João de Deus lembrou que na eleição passada ele também não apoiou o vencedor, que foi Odon Bezerra, e mesmo assim, com o tempo, eles se tornaram aliados na instituição. Contudo, João de Deus ressaltou que se houver obstáculos implantados pelo novo presidente, quem sairá no prejuízo é a classe advocatícia da região e a sociedade.

“Com o presidente Paulo Maia nós temos primeiro que ter calma para ver como as coisas vão se construir, esperar que ele possa ter uma atenção, não com o presidente João de Deus, mas com os advogados daqui, porque o nosso orçamento é diminuto, então se não vier da OAB estadual um aporte financeiro para que a gente possa cumprir o nosso plano de meta nós não conseguiremos fazer. Mas quem sairá em prejuízo não será o advogado João de Deus, mas todos os advogados”, declarou.

Mesmo admitindo que precisa do apoio irrestrito do novo presidente, João de Deus garantiu que a seccional de Cajazeiras manterá uma postura independente, principalmente na luta pela construção do novo fórum. “Nós não vamos perder nunca a nossa independência, nossa altivez, nossa garra de lutar pela advocacia e pela sociedade, e uma grande bandeira de luta para esse segundo mandato é a construção do fórum de Cajazeiras. E aí nós esperamos do presidente Paula Maia solidariedade e apoio.”

DIÁRIO DO SERTÃO

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda