header top bar

Francisco Inácio Pita

section content

A psicologia e liberdade humana

13/09/2010 às 00h10

A psicologia vivida pela humanidade é fonte de estudo em diversos ângulos e já mais será decifrada em sua totalidade. Assim como as coisas se modificam, também se modifica o modo de pensar das pessoas que vão surgindo, por mais que o ser humano queira se pegar à hereditariedade biológica tem sempre mudanças mentais acontecendo entre as novas gerações.

Com base na psicologia antiga podemos extremamente observar a insuficiência dos seus métodos. O ser pensante para essa forma de pensar de forma isolada do corpo no condiz a verdadeira realidade dos tempos de hoje, estando assim os seus fenômenos introspectivos apresentados de maneira deficiente e imperfeita, por achavam que o pensar de uma pessoa podia está isolado de outras ações realizadas pela mesma. Já a psicologia moderna vai mais longe. A sua metodologia avançada estuda racionalmente todos os problemas da personalidade humana, unindo os elementos materiais e espirituais, resolvendo uma das grandes questões dos cientistas de antanho.

O corpo nada mais é que um instrumento passivo da alma, que age e se transforma através de ações e de fé em algo que ele acredita, e vive em função de objetivos conquistados muitas vezes de forma errada. A condição perfeita vivida na vida de ser humano depende da perfeita exteriorização das faculdades do espírito, da cessação da atividade deste ou daquele centro orgânico, resultando em manifestação que lhe é correspondente: daí provém toda a verdade da “mensagem e o grande subsídio que a psicologia moderna fornece aos fisiologistas como guia esclarecedor da patogenia. E você e pensa assim?

O corpo não está separado da alma; só precisa você acreditar nessa representação atona. As suas células são organizadas segundo as disposições perispiríticas dos indivíduos, e pelas multiplicações e divisões entre elas, nestas divisões celulares surge a diferenciação entre eles e acontece a formações dos órgãos de organismo. A patologia está orientada por elementos sutis, de ordem espiritual, repito, necessariamente você tem que acreditar nesta relação corpo e alma, com base na sua própria fé individual. O seu modo de pensar é sempre diferente do outro e para chegar ao mesmo DNA entre pessoas de famílias diferentes, necessita testar um milhão de pessoas. Isso que dizer e que em um milhão de pessoas de famílias totalmente diferentes podemos chegar ao mesmo DNA. Veja a grande diferença biológica entre o organismo humano, já a mente depende um pouco do meio social e econômico, falta de fé cristã e do comportamento de cada um.

Através do amor podemos encontrar fundamentos de liberdade, antes de tudo é preciso explicitar o que se entende por liberdade. Para a nossa reflexão podemos entender que liberdade consiste em permanecer aberto e disponível para escolher o que há de melhor, de mais conveniente em cada circunstância. O Espírito torna a pessoa apta para uma verdadeira opção e suprime a necessidade de buscar sempre a própria vantagem ou a própria segurança.

A categoria da responsabilidade é uma das mais importantes em termos de moralidade. É com base nesse pensamento que podemos entender a moral individual de cada um. Trata-se de um tema complexo, visto que toda pessoa, de forma integral, deve ser levada em conta na hora de estudar a categoria antropológica da responsabilidade.

Se você vive frente a uma situação sócio-cultural, eclesial e societária onde falta de liberdade criativa e de uma ação ousada, a alternativa esperançosa é encontrar caminho para uma experiência nova e concreta. Sabemos que é imprescindível assumir a vida com responsabilidade e superar toda escravidão, em outras palavras, o que vale é viver em liberdade na experiência do amor diante do império da morte controlada.

Toda reflexão tem que levar ao agir ético que revele uma vida livre e construtora de uma nova realidade, de relacionamento e de compromisso no atual contexto. Quando passamos por situações complicadas ate mesmo no nosso ambiente de trabalho, faz-se necessário com certa urgência, que seja encontrado critérios ético-filosófico-teológicos para um repensar da moral e forma de agir. É preciso uma reorientação do comportamento humano em vista de uma prática mais humana, alternativa e libertadora, sobretudo frente a um contexto fundamentalista, conservador e acomodado, no intuito de trazer luz e novidade para o agir. Significa ter a lucidez de traduzir e testemunhar em concreta forma de reflexão ética.

A verdadeira liberdade nada mais é que um sinal eminente da consciência do homem, pois ela inclusive deixa e direciona ao ser humano o poder de decidir. Diante de uma proposta nova e radical para a experiência existencial dos seres humanos, a liberdade, que relativiza as normas e exige que a pessoa humana assuma com responsabilidade a vida, dá uma perspectiva nova e ousada de como viver uma verdadeira não escravidão. A liberdade é um dos elementos éticos fundamentais do ser humano.

Francisco Inácio Pita

Francisco Inácio Pita

Francisco Inácio de Lima Pita é Radialista e Professor Licenciado em Ciências e Biologia pela UFPB e UFCG respectivamente. Atualmente é professor aposentado por tempo de serviço em sala de aula, escritor dos livros CONCEITOS E SUGESTÕES PARA VIVER BEM O MATRIMÔNIO, AS DROGAS E A RETA FINAL DA VIDA E VARIAÇÕES POÉTICAS e tem outros livros em andamentos, mora atualmente na cidade de São José de Piranhas – PB. Produz e apresenta todos os sábados o Jornal Terra News pela Rádio Terra Nova FM, 88.7 MHz. E-mail: pittadoradio@gmail.com

Contato: pita.sjp@ig.com.br

À DISPOSIÇÃO DA JUSTIÇA

VÍDEO: Comandante dá detalhes da prisão de suspeito detido na região de Sousa após assalto a carro-forte

DESABAFOU

VÍDEO: Professor fala sobre decepção por falta de apoio para instalar o Museu do Futebol em Cajazeiras

CRÍTICA

VÍDEO: Pastor de São João do Rio do Peixe cita exemplos de xenofobia e exalta qualidades do Sertão

LEMBRAR SEMPRE

VÍDEO: Médico que marcou a história da política do Rio Grande do Norte terá trajetória narrada em livro

Francisco Inácio Pita

Francisco Inácio Pita

Francisco Inácio de Lima Pita é Radialista e Professor Licenciado em Ciências e Biologia pela UFPB e UFCG respectivamente. Atualmente é professor aposentado por tempo de serviço em sala de aula, escritor dos livros CONCEITOS E SUGESTÕES PARA VIVER BEM O MATRIMÔNIO, AS DROGAS E A RETA FINAL DA VIDA E VARIAÇÕES POÉTICAS e tem outros livros em andamentos, mora atualmente na cidade de São José de Piranhas – PB. Produz e apresenta todos os sábados o Jornal Terra News pela Rádio Terra Nova FM, 88.7 MHz. E-mail: pittadoradio@gmail.com

Contato: pita.sjp@ig.com.br

Recomendado pelo Google: