header top bar

Reudesman Lopes

section content

Arthur Alves, um nome a ser lembrado

27/04/2020 às 00h22 • atualizado em 27/04/2020 às 00h24

Arthur Alves, comissão de arbitragem FPF — Foto: Reprodução/CBF

Sempre fui um fã inconteste da arbitragem e, por várias tentei até chegar a Federação Paraibana de Futebol como árbitro ou, na época, “bandeirinha” e cheguei. Em João Pessoa ainda acadêmico de Educação Física sempre me metia a participar em todos os cursos de arbitragem, em qualquer modalidade, que o “bolso” me permitia e nestas oportunidades que Deus me abençoava em presenciar, buscava uma aprendizagem e um aprimoramento que me tornasse, posteriormente, árbitro daquela modalidade, isso sempre foi uma coisa que encantava e, até hoje ainda me encanta. Pois bem, logo que foi eleita para presidir a Federação Paraibana de Futebol, Michelle Ramalho, tinha nas mãos um enorme “abacaxi” a descascar que era a de “moralizar” a arbitragem paraibana que vinha desmoralizada pelos escândalos comprovados via investigações por parte da Polícia Civil do Estado da Paraíba em que fabricava, vendia, resultados de jogos para fazer “vencedores” e “campeões” no futebol paraibano e nessa “onda” vimos também vários corruptores que graças a nossa “impunidade” estão por ai gozando da cara de todos nós após fazer os seus clubes campeões.

Isso é uma vergonha, mas, isso é o Brasil. Com uma “bomba chiando” nas mãos, Michelle teve a luz a iluminar e inteligente como ela é, foi na CBF e trouxe Arthur Alves, um senhor extremamente humilde, de uma simplicidade enorme e, este veio com a missão de organizar e “botar moral” na arbitragem. Arthur Alves, pelo que senti em alguns momentos que tive a honra de lhe escutar e dirigir palavras, “pensa lá na frente”, isso indica que atualmente a Paraíba pode colocar o sucesso dos nossos campeonatos, assim foi 2019 e está sendo 2020 na conta de Michelle e principalmente na de Arthur Alves.

O caminho encontrado foi “capacitar” os nossos árbitros e para tanto ele trouxe alguns árbitros do sul do país para que estes pudessem ajuda-lo nesta empreitada. Hoje a Paraíba se dá ao luxo de ter uma “escola de árbitros”, graças a Inteligência, a competência e o zelo que Arthur Alves impôs com o seu estilo de seriedade e honestidade. Tudo isso lhe coloca em “outro patamar” e assim, já se tornando uma notoriedade, ele acaba de ser indicado e vai assumir a pasta nordestina do Conselho de Desenvolvimento de Arbitragem que terá, pelo entendido de minha parte, reger uma sintonia entre as comissões de arbitragem da região nordeste. Como um apaixonado que sou pelo futebol, vejo e aplaudo a conduta deste cidadão em fazer com que o nosso campeonato paraibano possa ter dignamente um campeão de verdade.

Sede única?
Na reunião que envolveu FPF e clubes na busca de planejar o paraibano quando a bola voltar a rolar, um dos assuntos abordados foi a segurança quanto aos atletas e todos aqueles que se farão envolvidos nos jogos e, neste contexto, a possibilidade de termos, mesmo que remotamente, as partidas sendo realizadas em uma mesma cidade. E isso se deve a questões como a situação de cada cidade quanto ao COVID 19. Uma coisa é certa, existe uma vontade da FPF e dos clubes de ver o campeonato paraibano sendo encerrado dentro de campo. O fato é que qualquer prognóstico neste momento leva a incerteza de quando e como a bola voltará aos gramados na Paraíba e no mundo.

Parabéns
Os parabéns desta coluna para Fernando Caldeira (Pai), Fernando Caldeira (Filho) e para aqueles que fizeram a alegria de muitos cajazeirenses, cajazeirados e outros desportistas que os viram vestir as camisas dos seus clubes de futebol. Falo dos craques Nilsinho o capita do Saad, do Duque de Caxias e posteriormente do Atlético Cajazeirense de Desportos e para aquele que Cajazeiras, e quem o viu jogar jamais o esquece, Wilton Moreno. Que Deus na sua infinita bondade possa cobrir a todos vocês com graças de saúde, paz e sucesso.

BOLA DENTRO
Para todos que estão, com sofrimento, cumprindo o que determina os cientistas da saúde, que é o FIQUE EM CASA. Precisamos de mais um tempo e que Deus nos ilumine dando-nos paciência. NOTA 10!

BOLA FORA
Para a crise na saúde, economia e política que toma conta do país pelos atos impensados daqueles que estão tocando fogo em gasolina. Que Deus os perdoe. O povo brasileiro não merece tamanho sofrimento. Ou merece? NOTA 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

BOM INVERNO

VÍDEO: após fortes chuvas, barreiros enchem e voltam a transbordar na região de Sousa

DIREITO

VÍDEO: Advogado explica se pais e mães podem ser proibidos de visitar os filhos durante a pandemia

AVANÇO DO VÍRUS

VÍDEO: Cajazeiras chega a 59 casos de Covid-19, e secretária de Saúde faz alerta para a Zona Sul

PRECATÓRIOS

VÍDEO: Vereadora culpa atual prefeito por acúmulo de dívidas trabalhistas na Prefeitura de Ipaumirim-CE

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!