header top bar

Renato Abrantes

section content

João Paulo Magno

30/04/2011 às 00h00

Os números referentes ao pontificado de João Paulo II, que será beatificado no próximo dia 01 de maio, impressionam. Dos 27 anos em que ocupou o trono de Pedro, o quarto mais longo da história bimilenar da Santa Igreja, o papa dedicou 2 anos e 8 meses às suas viagens apostólicas, percorrendo 1,7 milhões de quilômetros, o equivalente a 31 voltas ao redor do planeta (ou 3,23, vezes a distância entre a Terra e a lua). 129 foram os países visitados, reunindo-se com 738 chefes de Estado e tendo audiências com 246 primeiros-ministros.

Sua obra abrange 14 Encíclicas, 15 Exortações Apostólicas, 45 Cartas Apostólicas, 11 Constituições Apostólicas, 18 Motu Proprio e 05 livros. Realizou 147 cerimônias de beatificação e 51 de canonização, proclamando 1.338 beatos e elevando 482 homens e mulheres à honra dos altares. 9 foram os consistórios, criando 231 cardeais.

Amado e odiado, João Paulo II nunca teve medo da verdade e da liberdade. Um de seus documentos faz o elogio ao esplendor da verdade: “veritatis splendor”. Grande filósofo, soube realizar a comunhão entre a fé e a razão, ao publicar “fides et ratio”, afirmando ser estas as duas asas, pelas quais o homem chega à contemplação da verdade.

A verdade e a liberdade… eis a fixação de João de Deus.

Porém, é preciso saber que a grande do papa Wojtyla não se resume aos números acima transcritos. A grandeza do futuro beato consiste no seu amor incondicional a Deus e ao seu plano. João Paulo era um homem íntegro, inteiro, no qual não se encontrava nenhuma emenda, ou rachadura. Soube colocar toda a sua esperança no que perseguia e fazia os outros perseguir: a felicidade verdadeira.

“Abri vossos corações ao Cristo”, palavras que marcaram o início do seu pontificado e que o acompanharam cotidianamente ao longo dele. Seu brasão trazia a materialização das palavras: “Totus Tuus” (todo teu) ladeado do grande “M”, de Maria Santíssima, a mãe do Redentor. Somente um homem livre e amante da verdade é capaz de doar-se sem medida alguma à causa do Filho, sob o patrocínio da Sua digníssima Mãe.

Mas, assim são os santos, nossos amigos junto a Deus.

João Paulo Magno, rogai por nós.

Renato Abrantes

Renato Abrantes

Advogado (OAB/CE 27.159) Procurador Institucional da Faculdade Católica Rainha do Sertão (Quixadá/CE)

Contato: moreirabrantesadv@gmail.com

DOE VIDA

VÍDEO: Projeto Mais Enilde pede doações de sangue e medula óssea no Sertão paraibano

OBRA DEMORADA

VÍDEO: Obras de terminal rodoviário de Sousa estão paralisadas há mais de dois anos e população reclama

RESPOSTA AO PREFEITO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Governador rebate Zé Aldemir sobre “obra eleitoreira” e diz que desconhece obras do prefeito

EMPRESA NEGA

VÍDEO: Ex-aluno acusa instituto de educação de Patos de assédio moral por causa de pendência financeira

Renato Abrantes

Renato Abrantes

Advogado (OAB/CE 27.159) Procurador Institucional da Faculdade Católica Rainha do Sertão (Quixadá/CE)

Contato: moreirabrantesadv@gmail.com

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!