header top bar

Lidiane Abreu

section content

Marketing para vereadores

28/07/2009 às 18h33

Por Alan Kardec

Os vereadores ainda não completaram um ano de mandato, mas já é possível perceber a falta de comunicação com a sociedade, ou seja, falta de marketing político. Tarefa esta, muito difícil, uma vez que é mais fácil vencer uma batalha eleitoral do que a guerra de um bom mandato.

O próprio resultado eleitoral nas milhares de câmaras de vereadores não me deixa mentir. A renovação nestas casas legislativas chegou a 60% das vagas, deixando de fora, candidatos que possuíam um mandato, mas não souberam usar a maior arma do marketing político: O SEU MANDATO!

Um mandato abre portas, lhe traz recursos para desenvolver qualquer ação de marketing. Você passa a ter dinheiro para fazer um jornal, um site, abrir um gabinete popular na região onde foi mais bem votado. Enfim, o mandato se bem utilizado, irá garantir a sua reeleição.

O vereador sempre tem que estar ciente de que o eleitor votou nele para conseguir uma melhoria na sua qualidade de vida (segurança, educação, saúde, lazer, habitação, etc), e ficará desapontado se nada for feito em seu benefício. Muitos vereadores acham que o eleitor não tem memória, mas o eleitor tem sim, e se vinga a cada dois anos.

Porém, nada adianta fazer um excelente mandato e não comunicar ao seu eleitorado o que está sendo feito. O fato de um vereador desenvolver boas ações e se destacar em sua câmara municipal, não implica dizer que o eleitor está ciente desse bom desempenho. O vereador precisa criar canais de diálogo com a massa que o elegeu, e acima de tudo, desenvolver uma comunicação clara e eficiente.

O principal papel do marketing político é criar uma imagem positiva do parlamentar, aproximá-lo do seu eleitor, fortalecer seus pontos fortes e minimizar suas fragilidades. A imagem do candidato é seu maior bem. E se você não trabalhar a construção de sua imagem, seus inimigos farão isso por você, mas de forma negativa!

Dicas de marketing governamental:

– Abrir um gabinete popular no seu maior reduto eleitoral. O ideal é que ele funcione de segunda à sexta, em meio expediente. O vereador poderá estabelecer um dia em cada semana para conversar com a população e despachar os pleitos. Um banco de dados deve ser criado para coletar as informações de todas as visitas (nome, e-mail, endereço, etc).

– Construir um site para divulgar seu mandato e abrir um canal comunicativo com a comunidade, que poderá enviar mensagens de apoio e críticas. No site, você irá expor fotos, vídeos, discursos e projetos de lei, como também, chamar a população para as seções ordinárias e campanhas políticas.

– Criar o jornal do mandato, que deverá ser entregue nos principais redutos eleitorais do vereador. Porém, não adianta um jornal se o vereador não faz nada e, conseqüentemente, não tem o que falar. Busque realizar um mandato atuante e descreva suas principais ações na câmara, suas reivindicações atendidas pelo prefeito (asfalto, saneamento, iluminação, creche, praça, etc).

– Criar um departamento de comunicação dentro do gabinete. Caberá a este departamento divulgar junto à imprensa, as principais ações e projetos do mandato. Não basta apenas mandar milhões de releases para os jornais, é preciso ter um fato importante para comunicar. Cuidado para que seu release não seja vulgarizado, senão ele vai direto para a caixa de spam. Comunique apenas o que é relevante para a imprensa.
Isto é o mínimo que um vereador poderá desenvolver com um mandato. O marketing político é dinâmico e poderá fazer muito mais pela sua imagem e, consequentemente, seu mandato. Procure um bom consultor de marketing e garanta a sua reeleição. Um bom político é cercado de bons profissionais.

Lidiane Abreu

Lidiane Abreu

Estudante do curso de Licenciatura em História (UFCG) e redatora do portal Diário do Sertão.

Contato: luziald@hotmail.com

CRISE

VÍDEO: Padre de Cajazeiras lamenta aumentos constantes e inflação alta: “Nosso povo está caindo de fome”

ORGULHO SERTANEJO

VÍDEO: Disputando com professores de todo Brasil, cajazeirense de escola pública vence prêmio nacional

COMPARANDO

VÍDEO: Fábio Tyrone culpa chuva por buracos em Sousa e diz que Nova York e Paris têm o mesmo problema

PROBLEMA PERSISTE

VÍDEO: Há mais de 2 anos com esgoto estourado, moradores de Sousa pedem socorro: “A gente vai morrer”

Lidiane Abreu

Lidiane Abreu

Estudante do curso de Licenciatura em História (UFCG) e redatora do portal Diário do Sertão.

Contato: luziald@hotmail.com

Recomendado pelo Google: