header top bar

Reudesman Lopes

section content

O que fazer com o Atlético?

18/03/2022 às 17h27

Coluna de Reudesman Lopes. (Foto: Atlético de Cajazeiras - campeão paraibano de 2002).

Por Reudesman Lopes

Prezados leitores, vocês hão de recordar que mesmo antes de iniciar os jogos do Campeonato Paraibano desta temporada 2022, aqui mesmo, nesta coluna, escrevi sobre o que esperar do representante do futebol cajazeirense na competição do paraibano, neste artigo falei que se o time não descesse para a segunda divisão do paraibano em 2023 já poderíamos comemorar o feito como uma conquista do título. Pois bem, após quatro jogos realizados em Cajazeiras, sua sede, seu Estádio, sua casa, o Trovão Azul do Sertão, em 12 pontos disputados ganhou apenas 1, então a minha colocação estava galgada naquilo que prevíamos mesmo antes da bola rolar.

Hoje sexta feira dia 18 de março, se matematicamente ainda não estamos rebaixados, mas, pela péssima qualidade técnica dos nossos jogadores podemos afirmar que a configuração de uma segunda divisão está à nossa frente e é apenas uma questão de tempo.

Logo após a derrota para o Sousa em Cajazeiras o mundo desabou sobre os dirigentes ou, melhor colocando, sobre os dois dirigentes, pois, se sabe que apenas Paulo e Luan é que estão heroicamente resistindo a tudo e a todos no futebol do Atlético.

No Perpetão durante e após a derrota, para mim, extremamente natural para o momento do Atlético, uma saraivada de críticas emergiu dos nossos “craques”, dos microfones e das redes sociais, e na segunda feira dia 14 já se falava até em extinção do clube.

Quando se fala em extinção de um clube da dimensão do Atlético Cajazeirense de Desportos é porque não se conhece a sua história e o que ele representa para uma cidade, para uma região. O Atlético não deveria ser abandonado como está sendo pelos cajazeirenses, agora, neste momento é que ele precisa de todos nós. Torcer, apoiar o clube na hora do bem bom é fantástico, quero ver neste momento que está passando.

Verdade que esta temporada foi mais uma cheia de decisões erradas, mas, isso vem acontecendo a cada ano. Futebol não se faz apenas com “amor”, atualmente se não investir fica difícil, muito difícil competir com aqueles que estão mais organizados e bem dirigidos, o que não é o nosso caso. Precisamos de nos unirmos, isso sim, de planejar o que queremos com o clube que representa a cidade e uma vasta região.

Não podemos nos acovardar com aquela história que se tornou banal para nós cajazeirenses: “Cajazeiras já teve, não tem mais”, temos que lutar mesmo contra aqueles que choram com as derrotas mesmo antes delas acontecerem, Cajazeiras precisa ser forte, precisa de todos nós seus filhos que sonham por uma cidade que possa ser aquilo que tanto desejamos, uma cidade vaidosa, bela e mantendo todas as suas ricas e tradicionais histórias de ontem, do hoje e do amanhã.

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

CRISE

VÍDEO: Padre de Cajazeiras lamenta aumentos constantes e inflação alta: “Nosso povo está caindo de fome”

ORGULHO SERTANEJO

VÍDEO: Disputando com professores de todo Brasil, cajazeirense de escola pública vence prêmio nacional

COMPARANDO

VÍDEO: Fábio Tyrone culpa chuva por buracos em Sousa e diz que Nova York e Paris têm o mesmo problema

PROBLEMA PERSISTE

VÍDEO: Há mais de 2 anos com esgoto estourado, moradores de Sousa pedem socorro: “A gente vai morrer”

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

Recomendado pelo Google: