header top bar

Reudesman Lopes

section content

Um chute para a liberdade

18/06/2021 às 21h07

Coluna de Reudesman Lopes. (Foto: divulgação/CBF).

Por Reudesman Lopes

Dezenove clubes da Série A do futebol brasileiro assinaram na terça feira, dia 15, um documento em que concordam em fundar uma Liga para organizar o Campeonato Brasileiro, que atualmente é dirigido pela Confederação Brasileira de Futebol. O documento foi entregue a direção da CBF numa reunião realizada na sede da entidade.

Os clubes querem já a partir de 2022, organizar a competição do Brasileirão. Portanto, a criação da Liga é uma prioridade, além destes desejarem uma maior participação em decisões que são tomadas pela CBF.

Eis aqui algumas das solicitações contidas no documento produto da reunião dos clubes e entregue ao comando da CBF:

1. Requer a imediata alteração estatutária que consagre uma maior participação dos clubes nas decisões institucionais e na gestão da CBF, admitindo-se os clubes como filiados desta entidade;
2. Dentre os itens desta alteração estatutária, necessariamente deve ser incluída a votação igualitária nas escolhas para escolha do Presidente e Vice-Presidentes da CBF, sendo certo que as Federações e Clubes das Séries A e B terão seus votos contados de forma unitária e com o mesmo peso entre si. Na verdade, o documento ainda vem trazendo mais algumas reivindicações, mas, citei aqui as duas que entendi interessantes.

Quem acompanha o futebol brasileiro, os seus clubes, campeonatos e torneios pelo país e pelo mundo, sabe e entende a causa do “grito de liberdade” que, os clubes do nosso futebol começam a colocar após tantos problemas que evidenciam uma CBF cada vez mais poderosa e rica em suas finanças e os clubes cada vez mais pobres e falidos.

Em recente publicação de pesquisadores do futebol nacional quando o assunto é finanças, foi revelado que os clubes brasileiros devem mais 10 bilhões e suas receitas não chegam a 5 bilhões.

Uma outra questão tão grave como essa acima citada é a falta de um calendário que possa de fato ajudar os clubes a manter os seus jogadores que na verdade são pagos por estes. Um exemplo é o que estamos presenciando neste momento, a Copa América causou um verdadeiro estrago em grandes clubes quando a Seleção Brasileira convocou os jogadores e a competição não foi paralisada.

Por tudo isso e muito mais, acredito que já passou da hora dos clubes se organizarem e começarem a pensar em si. Será que agora vai? A nossa torcida é para que o futebol brasileiro comece, de fato, a se organizar dentro e fora de campo.

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

LOUVÁVEL

VÍDEO: Em parceria com o Sest/Senat, Presídio de Cajazeiras faz entrega de certificados para 21 apenados

SAIBA COMO COLABORAR

VÍDEO: Idosa de Cajazeiras recebe ajuda e consegue pagar aluguel, mas ainda vive em situação delicada

DUPLA DE MOTO

VÍDEO: Homem é vítima de tentativa de homicídio na casa da sua mãe, em Sousa, e fica em estado grave

FAMÍLIA DIVIDIDA

VÍDEO: Myriam afirma que saiu do PSC porque “Leonardo insistiu em permanecer ao lado de Jair Bolsonaro”

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!