header top bar

Reudesman Lopes

section content

Vale a pena ver de novo, edição 2018

10/11/2017 às 11h47

Marcus era irmão da diretora Sheylla Lacerda

Se você meu caro torcedor do futebol paraibano achava que para o ano de 2018 a problemática dos estádios de futebol do nosso estado estava resolvida, você se enganou. Lá vem, de novo, o velho novo problema com relação às condições dos nossos estádios para a temporada do futebol do estado da Paraíba na próxima temporada.

Em reunião realizada com a Federação Paraibana de Futebol, representantes dos 10 clubes que participarão do campeonato, mais os gestores dos estádios e integrantes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, o procurador de Justiça, Valberto Lira, que é o presidente da Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios da Paraíba, declarou que sete estádios ainda não possuem condições de receber os jogos do Campeonato Paraibano de 2018, competição que tem início previsto para o dia 7 de janeiro.

De acordo com o procurador, os estádios: Amigão e Presidente Vargas em Campina Grande; Sílvio Porto em Guarabira; Marizão em Sousa; Perpetão aqui em Cajazeiras e o José Cavalcante em Patos não estão aptos para receber os jogos deste certame estadual. Para que estes estádios possam ser liberados, os gestores destas praças esportivas terão um prazo até o dia 24, quando será realizada uma nova inspeção, para solucionar as pendências que foram apontadas em laudos técnicos. É meus amigos, essa é uma novela que não acaba jamais e vem se arrastando entra ano sai ano e não tem ninguém que possa resolver essa questão.

Até pensei que não teríamos mais que ler e escrever sobre a matéria. Pois bem, apesar destes questionamentos que volta a mergulhar o futebol paraibano no gigantismo da sua incompetência, o presidente da Federação Paraibana de Futebol tratou de jogar um balde de água fria no fogo criado pelo noticiário trazido através das declarações do presidente da Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios da Paraíba. Amadeu entende que ainda temos dois meses até o começo do paraibano, tempo demais, segundo ele, para que os problemas sejam resolvidos.

Enquanto isso, a novela segue com seus capítulos cada mais cheios de expectativa por parte dos torcedores que estão a lamentar a falta de competência daqueles estão a gerir os destinos do pobre futebol paraibano. Decerto, após estes capítulos que apenas estão a provocar o nosso torcedor, o final deverá, como sempre acontece, ser de muita felicidade.

Pesar

Homem simples, religioso, Alberto era daqueles que por onde passava semeava amor, paz e assim deixava um legado de amigos e admiradores. O seu amor por Fátima e pelos filhos sempre foi exemplo para muitos. O seu pai Milton Cabrinha e seus irmãos e irmãs era para ele uma riqueza sem tamanho e nos falou muitas vezes sobre esse seu amor por eles. Tinha um amor imenso pelas coisas de Cajazeiras e pelo seu povo. O seu falecimento, deixa uma lacuna na grande nação vascaína de Cajazeiras e da região. Como grande amigo que somos deste que nos deixa, envio o nosso voto de pesar a Fátima e aos seus filhos, bem como a Milton Cabrinha seu pai, e a todos os seus irmãos e irmãs.

Apelo

A diretoria do Atlético anda fazendo apelo nos noticiários esportivos de Cajazeiras e da região para que seus fiéis torcedores possam ajudar o clube na compra das cartelas para o festival de prêmios a ser realizado em meados de dezembro. Uma analise dos dirigentes do Mais Querido do Sertão é que a venda não está a que dela se esperava e lembra que o Trovãz Azul do Sertão vai depender e muito desta arrecadação para que o time possa ser formado como exige a sua torcida. Mesmo diante desta venda que ainda não é a ideal, todos acreditam que com a proximidade do festival, a venda vai ganhar força e terá sim uma bela arrecadação. Vamos comprar a cartela e ajudar o clube galera.

BOLA DENTRO

Para o Atlético, após tantas tabelas que lhe prejudicaram, o Trovão nesta temporada 2018 terá uma programação de jogos bem mais amena. Isso merece uma NOTA 10!

BOLA FORA

Para o futebol paraibano e a sua crise de competência. A tabela embora divulgada, não saiu com datas, horários e estádios. Mais uma vez vamos depender de quem não entende nada de futebol. Isso merece a NOTA 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

AÇÃO SOCIAL

VÍDEO: Igreja evangélica distribui alimentos e roupas para famílias carentes em bairro de Cajazeiras

CRIANÇADA NA PRAÇA

VÍDEO: Festa do Dia das Crianças com brindes, música e teatro atrai multidão na cidade de Monte Horebe

DIA DOS PROFESSORES

VÍDEO: Prefeito grava mensagem para os professores da ‘cidade educadora’: “Ensinar é transformar vidas”

MÊS ESPECIAL

VÍDEO: Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Cajazeiras encerra festa neste sábado com mensagem de paz

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br