header top bar

Reudesman Lopes

section content

Zé Pereira, na memória do futebol de Cajazeiras

04/12/2021 às 09h11

Coluna de Reudesman Lopes. (Foto: Atlético Cajazeirense de Desportos).

Por Reudesman Lopes

Em João Pessoa onde estou passando alguns dias fomos surpreendidos com a notícia do falecimento de um grande amigo, um ilustre desportista futebolista, José Pereira, para nós, Zé Pereira.

Este cidadão, tive o enorme prazer de conhece-lo ainda na minha infância, morávamos muito próximos, eu na Praça do Espinho e ele na Travessa Enéas Bezerra, no “oitão” da Escola Dom Moisés Coelho. Verdade que naquela época nos víamos de longe, mas, o mundo aproxima as pessoas e foi assim que aconteceu conosco, Deus nos elegeu “amigos do futebol”.

A história deste homem fora feita de muito trabalho, amor pela família, pelos amigos e pela cidade de Cajazeiras e, jamais os seus amigos e o povo da terra do Padre Rolim deixarão de, ao passar ali na Praça Coração de Jesus, não lembra-lo no seu local de trabalho como um fantástico “médico dos relógios” e mais outras atividades ligadas ao seu conhecimento profissional.

Ali, no seu pedaço, conversamos muito sobre as coisas de Cajazeiras e do nosso futebol, sempre parava para perguntar como vão as coisas e ele com a sua fala mansa dizia o que não anda bem é o nosso Atlético. Apaixonado por futebol, Zé Pereira, como o cito acima, está imortalizado na história e na memória do futebol de Cajazeiras.

Pelo seu profundo conhecimento, tornou-se treinador de várias equipes de ponta do nosso futebol e o que mais admirava nele era o seu trabalho tático, esse era um ponto de destaque no trabalho que ele fez nas equipes que comandou, naquela época já fazia um esquema bem organizado e quase sempre com o ponta esquerda recuado para fechar o meio campo.

Zé Pereira trabalhou como treinador do Guarany de Pedro da Mina, uma equipe muito forte a quem ele deu um poder de jogo fantástico. Zé Pereira também treinou o Comercial Futebol Clube, esse time também tinha um grupo de jogadores espetacular e ele o levou ao título de Campeão Municipal o que não era fácil conquistar pelo volume de grandes clubes de futebol desta cidade de Cajazeiras. Mas, foi no Atlético Cajazeirense de Desportos que Zé Pereira mostrou o seu conhecimento e ponto para a diretoria que lhe deu a oportunidade.

Nas suas mãos o time do Trovão Azul fez uma série enorme de invencibilidade, não perdia para ninguém. Pois bem, aqui neste espaço e já saudoso dos “papos de bola” que tanto nos fazia felizes, deixo o meu mais profundo sentimento de pesar a todos os seus familiares, a sua esposa, ao filho Wagner, a filha Kyara, Fátima sua irmã e o irmão Lenival. Que Deus os conforte neste momento de muita saudade. Saibam todos vocês que Zé Pereira é um nome na história e na memória do futebol de Cajazeiras e que seu legado sempre será lembrado por todos nós.

Coluna de Reudesman Lopes. (Foto: Comercial Futebol Clube).

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

AVANÇO NA EDUCAÇÃO

VÍDEO: Prefeita Denise Bayma entrega nova fachada e duas novas salas na Escola Maria do Carmo Gonçalves

DIREITO

VÍDEO: Adoções podem ser feitas extrajudicialmente a partir dos 12 anos, explica advogado

DEBANDADA

VÍDEO: Deputado Taciano Diniz explica por que deixou a base do governador para apoiar Veneziano

CANDIDATOS OU NÃO?

VÍDEO: Radialista desabafa contra políticos paraibanos que insistem em tentar recursos na Justiça

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

Recomendado pelo Google: