header top bar

section content

Homem atira na cabeça do filho de 2 anos e depois põe fim a sua própria vida

Armado com um revólver calibre 32 e inconformado com a traição, o desempregado Sidney da Luz Nascimento, de 24 anos, fez reféns a mulher, Roberta Silva Guimarães Dutra, de 25 anos, o filho Artur do Nascimento, de 2, e a sogra Francisca Guimarães, de 50, durante duas horas. Depois, atirou na cabeça da criança e […]

Por

02/05/2008 às 20h08

/Armado com um revólver calibre 32 e inconformado com a traição, o desempregado Sidney da Luz Nascimento, de 24 anos, fez reféns a mulher, Roberta Silva Guimarães Dutra, de 25 anos, o filho Artur do Nascimento, de 2, e a sogra Francisca Guimarães, de 50, durante duas horas. Depois, atirou na cabeça da criança e cometeu suicídio. O menino está internado em estado grave na Santa Casa de Misericórdia, no centro de São Paulo.

A tragédia aconteceu no apartamento 228 do prédio de número 240 da Rua Mauá, região central. Segundo o tenente-coronel Paulo Adriano Telhada, comandante do 7º Batalhão, Nascimento descobriu que a mulher tinha um relacionamento extraconjugal e decidiu vingar-se.

Transtornado, Nascimento invadiu o local, às 19h20. A PM foi avisada. Telhada e outros 40 policiais militares cercaram a área e isolaram parte da Rua Mauá. O oficial contou que chegou a negociar com o desempregado. "Ele parecia tranqüilo e disse estar disposto a liberar os reféns".


ÚLTIMO SEGUNDO

Tags:
SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde

ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa