header top bar

section content

Juiz e promotor desmentem prisão mista e acusam a imprensa de distorcer o fato

Em coletiva à imprensa, o juiz e o promotor negaram ter dito que mulheres e homens dividem as mesmas celas na cadeia pública municipal. Ele acusa a imprensa de ter deturpado a informação.

Por

19/02/2008 às 17h36

O juiz de execuções penais do município de Cajazeiras, Djacy Soares(foto), e o promotor Ismael Vidal, convocaram uma coletiva com a imprensa cajazeirense na manhã desta terça-feira, 19, onde negaram que haviam feito denúncias de que mulheres e homens estariam dividindo as mesmas celas na Cadeia Pública de Cajazeiras. Eles acusam a imprensa de ter criado esta informação.

“Primeiro: isso não é verdade. Segundo: o Ministério Público não fez uma denúncia de que mulheres e homens estão vivendo na mesma cela na cadeia pública de Cajazeiras”, afirmou o juiz.

Djacy Soares confirmou que há mulheres na cadeia. Mas, segundo ele, elas vivem em celas separadas e distantes dos homens. O juiz lembrou que, diferente dos presídios, as cadeias podem manter mulheres e homens detidos, desde que em celas separadas.

“É uma cadeia, não é um presídio. Num presídio não é permitido que mulheres fiquem em presídios, mesmo em celas separadas. Na cadeia normal é proibido mulheres e homens na mesma cela. Só que se existir esse erro, não é um erro do juiz de execuções penais, e sim da administração penitenciária do Estado”, concluiu.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:
JANEIRO BRANCO

VÍDEO: Comissão promove três dias de eventos em Cajazeiras para campanha de cuidados com a saúde mental

MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa destruição de prédios em Cajazeiras e Sousa e assusta moradores

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região