header top bar

section content

Pais fingem que morreram para ajudar a polícia a prender o filho deles

Sabendo que o homem procurava um assassino de aluguel, um policial se apresentou a ele afirmando que matava por dinheiro

Por Metrópoles

24/02/2018 às 08h00 • atualizado em 23/02/2018 às 12h01

DIVULGAÇÃO/MINISTÉRIO DO INTERIOR DA RÚSSIA

Um caso macabro aconteceu na cidade de Sochi, na Rússia. A polícia do local prendeu um homem, de 22 anos, acusado de tentativa de assassinato, com a ajuda dos pais dele.

De acordo com informações do site Daily Mirror, os policiais receberam a informação de que o rapaz planejava matar os pais e a irmã, de 10 anos, para ter acesso à herança.

Sabendo que o homem procurava um assassino de aluguel, um dos agentes se apresentou a ele afirmando que matava por dinheiro. O pagamento seria o equivalente a R$ 172 mil.

Com o “contrato” firmado, a polícia e a família do acusado montaram, com riqueza de detalhes, a cena do crime na casa da família. Os pais do rapaz se fizeram de mortos e ficaram deitados em um líquido que simula sangue.

Após as fotos dos “mortos” terem sido enviadas para o filho, ele foi preso. De acordo com os investigadores, o suspeito havia tentado matar a família outras duas vezes.

“Eu não os aguento mais. Eles não me entendem. Então, procurei um assassino de aluguel”, disse o rapaz durante interrogatório.

O jovem, que não foi identificado, pode ser condenado a até 15 anos de prisão.

Fonte: Metrópoles - https://www.metropoles.com/mundo/pais-fingem-que-morreram-para-ajudar-a-policia-a-prender-o-filho-deles

VÍDEO

Jovem jornalista estreia programa na TV e conta tudo sobre o Atlético de Cajazeiras no Paraibano 2019

PRATICIDADE NA FISCALIZAÇÃO

VÍDEO: TCE-PB inaugura espaço digital público para ideias tecnológicas de controle dos atos públicos

GRUPOS SE ENFRENTAM NA 1ª FASE

VÍDEO: Dirigentes do Sertão comentam sorteio do Paraibano 2019. Atlético enfrentará o ‘grupo da morte’

ASSISTA!

Imagens de câmeras de segurança mostram assalto a comerciante em frente a banco na cidade de Patos