header top bar

section content

Mulher é suspeita de matar o filho, um bebê de 9 meses, na madrugada desse sábado (9), na Paraíba

Familiares informaram que a mulher já teria sofrido um surto psicótico e que estava com o comportamento alterado há alguns dias. Os avós do bebê por parte de pai são naturais de cidades da região do Vale do Piancó, no Sertão paraibano.

Por Juliana Santos

09/01/2021 às 14h53 • atualizado em 09/01/2021 às 16h35

A Polícia Civil irá investigar o caso. (Foto: Ilustrativa)

Uma mulher é presa suspeita de matar o filho um bebê de 9 meses na madrugada deste sábado (9), no bairro do Bessa, em João Pessoa.

De acordo com o delegado Ademir Fernandes, a mulher mora no apartamento de familiares. A tia, que ajudava a mulher a cuidar da criança, acordou na hora de dar mamadeira ao bebê e encontrou no quarto, a mãe segurando o bebê. Ao perceber que a mulher estava apertando o bebê, e pediu para que a mãe o entregasse, mas ela se negou.

A tia então pediu ajuda a vizinhos e um homem conseguiu pegar a criança, mas perceberam que a criança estava morta.

VEJA TAMBÉM 

Bandido é morto a tiros durante assalto em Sousa; um suspeito é preso e outro está foragido

A Polícia Militar foi chamada e a Polícia Civil também foi até o apartamento, localizado em um prédio do Bessa. O delegado Ademir Fernandes ouviu testemunhas e o pai da criança, que informou que a mulher era uma mãe carinhosa e que os dois haviam se separado recentemente.

O pai do bebê é filho de mãe natural da cidade de Diamante e o pai natural de Itaporanga, cidades da região do Vale do Piancó.

Ainda de acordo com o delegado, a perícia constatou que a morte da criança foi por volta das 3h. Familiares informaram que a mulher já teria sofrido um surto psicótico e que estava com o comportamento alterado há alguns dias. A polícia encontrou a mulher em estado de choque e a encaminhou para um hospital psiquiátrico.

As testemunhas do caso serão ouvidas novamente pelo delegado e mãe do bebê também prestará depoimento, caso apresente condições para tal. A Delegacia de Homicídios irá investigar a morte da criança.

PORTAL DIÁRIO

COLAPSO

VÍDEO: Empresário cajazeirense que mora em Roraima revela que oxigênio deve acabar em 14 dias

SAÚDE

VÍDEO: Após crise no Amazonas, diretor do Hospital Regional diz se o oxigênio pode acabar em Cajazeiras

VAMOS AJUDAR

VIDEO: Dona de casa chora ao fazer apelo por comida e medicações em Cajazeiras: ‘Tenho dois filhos’

NOS BRAÇOS DO POVO

VÍDEO: Vereador da região de Sousa que tomou posse dentro da prisão é recebido com festa pela população

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!