header top bar

section content

352 cantores executam o Hallelujah de Handel em um coro espetacular graças a tecnologia

A tecnologia está a serviço da humanidade para nos ajudar a desfrutar de uma obra-prima musical. Os cantores foram combinados com áudio gravado pela Orquestra Barroca Catalã e pelo Coro Ars Nova de Barcelona.

Por Juliana Santos

09/01/2021 às 20h48

Há mais de 25 anos, a Fundação “la Caixa” (Espanha) organiza concertos, reunindo músicos profissionais e amadores em mais de 20 cidades em todo o país. Neste Natal, devido à pandemia, o concerto sazonal teve de ser realizado de forma diferente.

O Igor Studio, com sede em Barcelona, ​​criou um projeto digital híbrido inovador que reuniu performances ao vivo e gravadas do “Hallelujah” de Handel. O projeto incluiu mais de 350 cantores amadores de Espanha e Portugal, juntamente com músicos profissionais.

Tecnologia

Os vídeos gravados por 352 cantores foram combinados com áudio gravado pela Orquestra Barroca Catalã e pelo Coro Ars Nova de Barcelona. Isso junto com uma apresentação ao vivo de um grupo de membros da orquestra na magnífica Basílica Gótica de Santa Maria do Mar em Barcelona. Os vídeos foram projetados em várias superfícies dentro da igreja, com um efeito espetacular.

No início do vídeo, a basílica parece quase vazia, com alguns raios de sol que penetram nos vitrais, iluminando as colunas e as paredes. De repente, o vídeo de um artista cantando “aleluia” aparece projetado em uma coluna.

Logo mais membros do coro virtual aparecem e músicos entram na nave da basílica e pegam seus instrumentos. Em pouco tempo, a basílica se enche com as harmonias gloriosas e alegres desta obra-prima musical, junto com vídeos de centenas de cantores nas paredes, colunas e teto.

O efeito cria uma sensação edificante adequada ao nascimento ou ressurreição do Senhor.

O Messias de Handel

O Messias de Handel é um oratório baseado em passagens bíblicas centradas em Cristo, o Messias. É a obra mais famosa e emblemática do compositor alemão George Friedrich Handel, apresentada pela primeira vez em Londres em 1743.

A lenda conta que o Rei George II se levantou de sua cadeira durante a estreia, oprimido pelo poder e magnificência do “Hallelujah”. Desde então, sempre que um coro executa esta peça, que fecha a segunda parte do oratório do Messias, todos os presentes se levantam.

Eu convido você a assistir e ouvir. Você descobrirá que a magia da tecnologia foi usada a serviço da humanidade em um momento muito especial de nossa história.

Durante 2020, um ano tão atípico, o vírus não foi capaz de destruir nossos valores e crenças. Estas 352 vozes são um hino à esperança, um grandioso “hallelujah” que abre as portas ao Amor.

Nesse caso, a música tem a qualidade de quebrar barreiras. Ela nos une a todos. É universal – como a mensagem do Messias.

PORTAL DIÁRIO / ALETEIA

INTENSIDADE PLUVIOMÉTRICA

VÍDEO: Grande quantidade de chuva alaga diversos pontos em João Pessoa; confira fotos

VOCÊ CONCORDA?

VÍDEO: Pastor paraibano, secretário de Bolsonaro critica Decreto: ‘Abrir bares e fechar Igrejas ‘

AÇÃO RÁPIDA

VÍDEO: Policial Militar do Ceará conta detalhes de como reagiu a assalto na zona norte de Cajazeiras

ESPORTE X COVID-19

VÍDEO: em meio à pandemia, judoca alagoano realiza treinos dentro de casa: ‘Fomos obrigados’

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!