header top bar

section content

VÍDEO: Quem perdeu o prazo da emissão do título pode votar em 2022? Advogado esclarece dúvida frequente

Após o encerramento do prazo, além de ficar impossibilitado de votar, o cidadão perde a oportunidade de exercer alguns direitos

Por Diário

27/05/2022 às 18h26 • atualizado em 27/05/2022 às 18h28

Na estreia da sua coluna Direto ao Ponto, nesta sexta-feira (27), o advogado Léo Feitosa falou sobre uma dúvida bastante comum para os brasileiros, que é a perda do prazo da emissão do título de eleitor e o que fazer caso isso ocorra.

Após o encerramento do prazo, podem acontecer diversas dores de cabeça ao eleitor. Além de ficar impossibilitado de votar, o cidadão perde a oportunidade de exercer alguns direitos.

Léo explica que só se retoma os direitos quando o indivíduo solicita a emissão de uma certidão circunstanciada que irá comprovar que o requerente não conseguiu regularizar o título. O documento pode ser obtido pelo aplicativo da Justiça Eleitoral, o e-título, de forma remota.

“Vale lembrar que essa certidão de quitação eleitoral excepcional encerra o prazo no dia 8 de novembro. Ela perde a validade e a partir de 9 de novembro você deve buscar a Justiça Eleitoral para regularizar sua situação e ter direito ao voto em 2024”, frisou.

PORTAL DIÁRIO

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Radialista alerta comunicadores sobre risco de multas por descumprimento das regras eleitorais

TOM APAZIGUADOR

VÍDEO: Em meio a ‘briga’ pela vice entre Republicanos e PP, João Azevêdo pede desprendimento dos aliados

RESPOSTA CURTA

VÍDEO: Bolsonaro fala pela 1ª vez sobre denúncias de assédio sexual envolvendo Pedro Guimarães na Caixa

INUSITADO

VÍDEO: Bandido de alta periculosidade é preso na PB e polícia encontra cerca de R$ 29 mil em geladeira

Recomendado pelo Google: