header top bar

section content

Irmã de 10 centavos clama a Justiça de CZ por internação: “Me ajoelho aos pés do juiz”

Andréa declarou que a família não sabe mais o que fazer, pois teme pela vida do irmão.

Por

17/11/2014 às 17h21

André clama por internação de R$ 0,10

A dona de casa, Andréa Santos, irmã do dependente químico em Cajazeiras, José Wellignton, mais conhecido por 10 centavos, clama por ajuda para internação do jovem. Segundo ela, já fazem quatro meses que aguarda da Justiça cajazeirense decisão de uma ação de internação compulsória, porém, não foi julgado ainda o processo.

Andréa declarou que a família não sabe mais o que fazer, pois teme pela vida do irmão. “Perder um irmão assim para a droga é muito difícil”.

A dona de casa revelou que a família não tem mais vida. “Vivemos numa tristeza e alguma coisa acontecer com ele é uma família inteira destruída”.

A jovem contou que nos últimos meses o irmão começou a ficar violento e agredir os pais. “Hoje ele vive na rua porque não tem condições de ficar dentro de casa”.

Andrea chegou  a dizer que seria capaz de se ajoelhar aos pés do juiz para que ele assine a autorização de internamento compulsório. “Se ele quiser me ajoelho aos pés dele.  Peço até pelo amor de Deus”.

Município
A coordenadora do Caps AD de Cajazeiras, Gilvanda Menezes explicou que a internação foi solicitada pelo Ministério Público (MP), mas a justiça negou o primeiro pedido, porém, o MP voltou a solicitar pela segunda vez.

Gilvanda disse que faz questão de acompanhar a família no tratamento a 10 centavos. “Só depende da Justiça agora”.

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
ENTREVISTA

VÍDEO: João Azevêdo garante que tem planos para fortalecer produção de leite e área da saúde em Pombal

ALÍVIO

VÍDEO: Para vice-presidente do SINDIÁGUA, eleição de João Azevêdo afasta risco de privatização da Cagepa

FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar

GOVERNADOR ELEITO

VÍDEO: Azevêdo diz que apesar de Sousa não eleger nenhum deputado, cidade terá representante no governo