header top bar

section content

Acidente em rodovia de Cajazeiras deixa duas vítimas fatais; Moto pegou fogo no impacto

O acidente aconteceu nas proximidades do Sítio Serra da Arara, envolvendo uma motocicleta e uma veículo tipo Santana, de cor azul.

Por

08/06/2014 às 20h18

Um grave acidente foi registrado neste domingo na PB 393, entre as cidades de Cajazeiras e São João do Rio do Peixe, deixando como vítimas fatais dois jovens que foram identificados pela policia por Luiz Carlos Duarte Queiroz, e o outro André Alves de Araújo. Eles viajavam em moto Yamaha, placa HYM-7308, de Mauriti, Ceará.
 
O acidente aconteceu nas proximidades do Sítio Serra da Arara, Zona Rural de Cajazeiras, envolvendo uma motocicleta e um veículo tipo Santana, placa MMS-5004, de Uiraúna, Paraíba.

Segundo informações chegadas a nossa reportagem, o condutor da moto se conduzia com destino a Cajazeiras e tentou fazer uma ultrapassagem vinda a colidir com o carro que vinha em sentido São João do Rio do Peixe.

O condutor da moto faleceu no local do fato, e o veículo chegou a pegar fogo com a violência do impacto. O carro desceu um barranco e segundo informações de testemunhas o motorista foragiu do local e ainda não foi identificado pela Policia.

O passageiro da motocicleta ainda foi socorrido para o Hospital Regional de Cajazeiras, mas não resistiu e foi a óbito.

Os corpos já foram encaminhados para o Instituto Médico Legal da cidade de Patos para a necropsia.

Mais fotos na galeria abaixo!

Veja reportagem da TV Diário do Sertão sovre o acidente!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

RELAÇÃO COM EMPRESÁRIOS

VÍDEO: Prefeito de Cajazeiras não descarta fazer uma reforma tributária e manda recado para ‘algozes’

SERVIÇO MILITAR

VÍDEO: Quase 100 novos atiradores são incorporados ao Tiro de Guerra de Cajazeiras durante solenidade

TRIMESTRE CHUVOSO

VÍDEO: Açude Grande de Cajazeiras sangra pela primeira vez em 2019 e traz esperança para a população

ELITISMO?

VÍDEO: Escolas federais têm segurança, mas as outras são ‘destratadas’, afirma diretor em Cajazeiras