header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Vixe: Prefeitura gasta R$ 1,5 mi em UPA de Sousa que permanece sem funcionar a sete meses; MPF investiga

A UPA construída com recursos do Ministério da Saúde foi inaugurado em dezembro de 2012, mas até agora a unidade ainda não está funcionando.

Por

19/07/2013 às 15h22

Após várias denúncias sobre as condições ruins do prédio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), da cidade de Sousa, o Ministério Público Federal (MPF) anunciou nesta sexta-feira (19), que realizará uma inspeção no local.

De acordo com o MPF, a vistoria será realizada nessa terça-feira (23), às 15:00 horas. O prédio construído com recursos do Ministério da Saúde foi inaugurado em dezembro de 2012, mas até agora a unidade não está funcionando.

Segundo o procurador da República, Renan Félix, o objetivo do MPF é verificar se a obra realmente contém irregularidades capazes de impedir o funcionamento da UPA.

“A administração pública de Sousa precisa tomar providências para colocar a Unidade de Pronto Atendimento em pleno funcionamento o mais rápido possível, pois a população está sendo prejudicada com toda essa situação”, ressaltou o promotor
    
O MPF já enviou comunicação ao secretário municipal de Saúde para se fazer presente no dia, local e horário marcados. O Ministério Público da Paraíba (MPPB) também foi convidado para participar da inspeção.
    
Investigações
Em 05 de março de 2012, antes da inauguração, o MPF instaurou procedimento para investigar a ocorrência de possíveis irregularidades na aplicação de verbas públicas destinadas à reforma e ampliação do Hospital de Pronto Socorro (Tomada de Preço nº 003/2010) e de construção da Unidade de Pronto Atendimento (Concorrência nº 002/2010) por parte da empresa Canteiro Construção Civil Ltda.
    
O Inquérito Civil Público nº 1.24.002.000002/2012-33 continua em tramitação e com previsão de encerramento para março de 2014.
    
Construção
A UPA de Sousa foi construída pela empresa Canteiro Construção Civil Ltda., vencedora da Concorrência nº 002/2010. Foram investidos mais de R$ 1,5 milhão.

Veja também: UPA de Sousa: Obra está totalmente irregular e Ministério da Saúde ordena vistoria. VÍDEO!

DIÁRIO DO SERTÃO com MPF

Tags:
VÍDEO

Secretário responde a sindicato e diz que acusações contra prefeito de Cajazeiras podem parar na Justiça

CLUBE VIVE IMPASSE

VÍDEO – Representante do Atlético em reunião da FPF apresenta fórmula para participar do Paraibano 2019

VÍTIMA DA DIABETES

VÍDEO: Ameaçada de perder o segundo pé, idosa de Cajazeiras pede ajuda para adquirir sandália especial

ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas