header top bar

section content

Médico agride funcionária do Hospital Regional

O médico cirurgião e proctologista do Hospital Regional de Patos, José Vanderlite Alves, está sendo acusado de agredir fisico e moralmente a funcionária Francisca Jamaica que é telefonista do HRP. Segundo informações Vanderlite teria pedido para que Jamaica transferisse uma ligação sua para o setor de Ortopedia daquela casa de saúde e a moça teria […]

Por

13/07/2009 às 17h01

/O médico cirurgião e proctologista do Hospital Regional de Patos, José Vanderlite Alves, está sendo acusado de agredir fisico e moralmente a funcionária Francisca Jamaica que é telefonista do HRP.

Segundo informações Vanderlite teria pedido para que Jamaica transferisse uma ligação sua para o setor de Ortopedia daquela casa de saúde e a moça teria o informado que não seria possível, já que o serviço estava indisponível no momento.

O ramal o qual o médico pediu transferência estava com defeito e a telefonista não tinha como realizar o serviço.

As informações dão conta que o médico não se conformou com a justificativa da funcionária e inicialmente passou a agredi-la verbalmente com palavras de baixo calão ainda ao telefone.

Inconformado com a situação, o médico se dirigiu até o setor em que trabalha Francisca Jamaica e continuou com as agressões verbais. Ela contou à reportagem que o médico lhe empurrou e com isso caiu no chão.

A vítima ainda disse que só não apanhou ao cair, graças à intervenção de um Maqueiro e um Pintor que estavam de serviço naquele Hospital e seguraram o médico para que ele não fosse agredi-la.

Entenda o caso
Segundo informações a vítima ficou muito nervosa com a situação ao ponto de ser amparada por colegas. O tumulto foi registrado na 5ª Superintendência de Polícia e o médico responderá pelos inquéritos policial e ainda administrativo.

Existem inúmeras denuncias contra médicos, especificamente em Patos, que são feitas pela população principalmente a imprensa, sobre atos presunçosos e que os responsáveis deveriam apurar, porém acabam na “caixa da impunidade”.

Neste caso o profissional chegou ao extremo dos extremos e merece uma apuração rigorosa pelas graves consequências.

Em Patos a população denuncia que muitas vezes é mal interpretada por alguns médicos que insistem em se utilizar de uma imagem insolente e que acaba intimidando pacientes. Ao invés de passar uma sensação de alívio para o paciente, eles acabam passando uma imagem sombria.

Opinião do Redator Será que, entre aspas, esses referidos médicos, estão na atividade correta? Tem uns que para falar a verdade, nunca os vi rindo. São moralistas ou tentam apregoar essa imagem de Durões. Por que, ou para que isso?

O Portalpatos aproveita para se solidarizar com essa vítima, por ser ela uma colaboradora da sociedade como funcionária do HRP e também, apesar das consequências atuais em relação à atividade jornalística, é Acadêmica de Comunicação Social. Lembra ao médico acusado que o espaço está a disposição para que ele possa utilizá-lo para suas justificativas.

Portal Patos

Tags:

Recomendado para você pelo google

REFORMA AGRÁRIA

VÍDEO: Coordenadora da CPT Sertão afirma que terras são um direito dos camponeses e não do agronegócio

CLIMA IDEAL

VÍDEO: Prefeito revela interesse de empresas em instalar parque de energia solar em Monte Horebe

INTERVENÇÃO

VÍDEO: Diretor da SCTrans fala sobre planos para dar segurança aos pedestres em frente à São João Bosco

"QUER ENRICAR AINDA MAIS"

VÍDEO: Pastor de Cajazeiras diz que famoso bispo está vendendo imagens de deusa egípcia na igreja