header top bar

section content

PF vem a Cajazeiras para intensificar desarmamento e recolher armas de fogo

Os proprietários de armas de fogo que desejarem entregar entrega-las espontaneamente, receberão indenizações, em valores que variam de R$ 100 à R$ 300, de acordo com o calibre da arma devolvida.

Por

25/06/2009 às 10h26

A Polícia Federal vai encaminhar para o interior do Estado equipe de policiais, sob o comando do delegado Derly Brasileiro, com o objetivo de arrecadar armas. O trabalho acontecerá do dia 1º até o dia 29 de julho.

A equipe de policiais da PF visitará os municípios de Cajazeiras, Uiraúna, Piancó, Itaporanga, Princesa Isabel, Conceição, São José de Piranhas, Sousa, Santa Cruz, Pombal, Catolé do Rocha, São Bento, São José do Espinharas, Santa Luzia, Teixeira, Taperoá, Serra Branca, Barra de São Miguel, Monteiro, Boqueirão, Umbuzeiro, Itabaiana, Areia, Guarabira, Araruna e Picuí.

O Delegado Derly informa que a equipe atenderá em instalações cedidas pelas prefeituras locais. Ele esclarece a população e aos proprietários de armas de fogo que desejarem entregar suas armas espontaneamente sob recibo e indenizações, independente de serem registradas ou não, receberão valores que variam de R$ 100 à R$ 300, de acordo com o calibre da arma devolvida, e deverão apresentar nº de conta corrente, agência e banco e o CPF do titular da conta. Armas artesanais (soca soca) não serão indenizadas.

Qualquer dúvida os interessados deverão procurar informações com a DELINST – Delegacia de Defesa Institucional da Superintendência Regional da Polícia Federal na Paraíba, através do fone: (83) 3214-2541 com o agente Alenquer.

Da Redação do Diário do Sertão
com informações da PF

Tags:

Recomendado para você pelo google

MUNICÍPIOS DISPUTAM CAMPUS

VÍDEO: Deputado lamenta ‘briga’ entre Itaporanga e Piancó pela UEPB e diz que a luta é do Vale do Piancó

PARA TUDO!

VÍDEO! Garis realizam greve e toneladas de lixo deixam de ser coletados na cidade de Patos

PROGRESSÃO DE PENA

VÍDEO: Presidente da OAB-PB diz que pedido do MP e recusa de Lula para semiaberto têm motivo político

RECÉM-INAUGURADO

VÍDEO: Após morte de homem, perita explica por que o IML de Cajazeiras não atendeu a ocorrência