header top bar

section content

Real valoriza 124% frente ao dólar no governo Lula

O dólar ficou, pelo sexto ano consecutivo, desvalorizado perante o real. Segundo levantamento feito pela consultoria Economatica e divulgado nesta segunda-feira, no período entre 31 de dezembro de 2002 e 25 de julho deste ano, a moeda brasileira valorizou 124,2%, sendo a maior alta entre os oito mercados pesquisados. O Brasil também lidera na desvalorização […]

Por

28/07/2008 às 20h33

O dólar ficou, pelo sexto ano consecutivo, desvalorizado perante o real. Segundo levantamento feito pela consultoria Economatica e divulgado nesta segunda-feira, no período entre 31 de dezembro de 2002 e 25 de julho deste ano, a moeda brasileira valorizou 124,2%, sendo a maior alta entre os oito mercados pesquisados.

O Brasil também lidera na desvalorização do dólar. No mesmo período, a divisa americana perdeu 55,4% de valor perante o real. A Colômbia é o segundo, com perda de 38,1%. O único país onde a moeda americana mostra valorização é no mercado venezuelano, onde o governo tem congelado diversas vezes o câmbio desde 2003.

Se considerado apenas o ano de 2008, a Colômbia é onde se verifica a maior desvalorização do dólar, com 12% de queda. o Brasil se encontra na segunda colocação com -11,1%.

A moeda colombiana também é a segunda mais valorizada de 2002 a 2008, atrás apenas do real, com 61,6%. Em terceiro lugar está a zona do Euro, com 50% de valorização.

No ano de 2008, até o dia 25 de julho, a moeda colombiana é a mais valorizada, com 13,6% perante o dólar.

Do Portal Terra

Tags:
MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa destruição de prédios em Cajazeiras e Sousa e assusta moradores

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”