header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Google assina termo para combate a pedófilos no Orkut

O diretor-presidente do Google Brasil, Alexandre Hohagen, assinou na manhã desta quarta-feira (2) um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que acaba com o embate judicial entre o Google e o Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP). Por meio do termo, a empresa se compromete a adotar várias práticas contra a pedofilia no site […]

Por

02/07/2008 às 20h16

O diretor-presidente do Google Brasil, Alexandre Hohagen, assinou na manhã desta quarta-feira (2) um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que acaba com o embate judicial entre o Google e o Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP). Por meio do termo, a empresa se compromete a adotar várias práticas contra a pedofilia no site de relacionamento Orkut.

"Vamos ter um ganho substancial no combate à pedofilia, porque 90% do que nós temos apurado em termos de pedofilia acontece no Orkut", afirmou o relator da CPI. senador Demóstenes Torres (DEM-GO). O presidente da CPI, senador Magno Malta (PR-ES), também comemorou. "É uma vitória das crianças e uma derrota para os pedófilos brasileiros".

O termo ainda coloca fim em uma ação civil pública proposta em 2006 contra a empresa, que a acusava de não colaborar com as autoridades bresileiras na investigação de crimes de pedofilia na internet.

Dever cumprido
Na última segunda-feira (30), o Google Brasil anunciou novas medidas de segurança e ferramentas tecnológicas que atendem aos pedidos feitos pela CPI da Pedofilia para que a empresa colabore com a investigação de supostos pedófilos em ação na rede social Orkut.

"Esperamos que, com a assinatura dos acordos, todos nós possamos
contribuir com as investigaçoes, entregando dados precisos às autoridades. Avançamos muito nas negociaçoes com o MP. Posso dizer que tenho hoje sensação de dever cumprido", disse o diretor-presidente do Google Brasil, Alexandre Hohagen.

Entre as medidas, está o aumento do prazo de armazenagem de informações como os "logs" de acesso, que podem ajudar a localizar usuários, e de números de IP, que serão armazenados pelo Google por 180 dias, e não apenas 30. A empresa também promete habilitar filtros para impedir automaticamente a inclusão de material ilícito no Orkut e estreitar os canais de comunicação com a ONG SaferNet para acelerar a apuração de denúncias. Segundo a assessoria do Google, as medidas passaram a valer na terça-feira (1º).

G1

Tags:
CLUBE VIVE IMPASSE

VÍDEO – Representante do Atlético em reunião da FPF apresenta fórmula para participar do Paraibano 2019

VÍTIMA DA DIABETES

VÍDEO: Ameaçada de perder o segundo pé, idosa de Cajazeiras pede ajuda para adquirir sandália especial

ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores