header top bar

section content

Jeová conclama sociedade para se unir contra a instalação do TCM

O deputado estadual Jeová Campos, líder do PT na Assembléia Legislativa do Estado, está conclamando representantes da sociedade civil organizada, da OAB, da CUT, da API para juntos criarem uma frente contra a instalação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), já anunciada para este ano, pelo Governo da Paraíba. O parlamentar petista vem se […]

Por

07/01/2008 às 18h55

O deputado estadual Jeová Campos, líder do PT na Assembléia Legislativa do Estado, está conclamando representantes da sociedade civil organizada, da OAB, da CUT, da API para juntos criarem uma frente contra a instalação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), já anunciada para este ano, pelo Governo da Paraíba. O parlamentar petista vem se mobilizando a fim de chamar a atenção da sociedade para a gravidade e impertinência dessa ação do Executivo Estadual, que segundo ele, servirá apenas de “cabide de empregos” para os aliados políticos do Governador Cássio Cunha Lima e funcionará como um “Tribunal de Inquisição” contra os prefeitos e vereadores paraibanos que são contra o atual gestor do Estado.

“É preciso que a gente vá às ruas, ocupe os espaços na Imprensa para denunciar esse descalabro num ano eleitoral e num momento político delicado”, disse o deputado, que já manteve contato com dirigentes de várias entidades para aglutinar forças contra essa medida. Jeová Campos aproveita, ainda, para esclarecer que não é contra a criação de TCM no Estado e a sua real função, mas sim, da sua instalação na atual conjuntura política em que vive a Paraíba. “Vivemos no momento delicado de grande instabilidade política e esse não é tempo certo para instalação de um órgão de tamanha responsabilidade e imparcialidade”, destacou o parlamentar.

Outro fato inconcebível na instalação do TCM, nesse atual momento político, apontado por Jeová é que, como se trata de nomeação de cargos, o Governo do Estado certamente beneficiaria seus atuais aliados. “O que não é justo, vale ressaltar, é a instalação desse órgão no ano de eleições municipais, momento esse em que o Governo do Estado poderá determinar, ou seja, colocar ao seu dispor sete conselheiros de sua total confiança, para perseguir todos os seus opositores”, complementou.

O deputado enfatizou ainda que, essa proposta do Governador do Estado é antiética. “Ele deveria tomar como bom exemplo a atuação do presidente Lula, que desde o início de sua gestão até agora, não nomeou nenhum aliado ou fez indicações para Tribunal de Contas da União (TCU)”, finalizou Jeová Campos, lembrando que a própria OAB e representantes do TCE já se manifestaram contra a instalação do TCM na atual conjuntura.

Da assessoria

Tags:
DRACO

VÍDEO: Assaltante investigado no ataque a carro forte entre Aparecida e Pombal é preso em Sousa

SORTEIO DE R$ 100,00

VÍDEO: “O que o Brasil mais precisa?” agitou o Pix Diário do programa Olho Vivo; veja as respostas

CULTURA NORDESTINA

VÍDEO: Comerciantes de fogos juninos se adaptam para manter tradição em barraquinhas da cidade de Sousa

TRADIÇÃO DA ÉPOCA

VÍDEO: Comerciantes de produtos juninos avaliam vendas em Cajazeiras e temem mudança para outro local

Recomendado pelo Google: