header top bar

section content

Imprensa mundial destaca: ‘pai dos pobres vai dormir em cela de poucos metros quadrados’

Imprensa mundial repercutiu prisão do ex-presidente Lula com destaque

Por Veja

08/04/2018 às 09h59

Jornal internacional Le Monde (Le Monde/Reprodução)

A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi destaque em uma série de veículos internacionais. O francês Le Monde manchetou o caso em seu site: “o ícone da esquerda, o ‘pai dos pobres’ e porta-voz da luta dos trabalhadores vai dormir em uma cela de poucos metros quadrados nesta noite”, escreveu.

Em uma série de reportagens especiais, o jornal francês também lembrou a trajetória do ex-presidente. “Lula, a queda do ícone da esquerda brasileira”, diz uma matéria de retrospectiva.

O periódico americano The Washington Post também lembrou a notoriedade de Lula, exaltada pelo ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama. “Ex-presidente brasileiro Lula, que já foi o ‘político mais popular do mundo’, se entrega para cumprir tempo de prisão”, diz a manchete do jornal.

Para o The New York Times, a prisão do petista representa “o maior triunfo de anos de esforço de juízes e promotores” que combatem a corrupção no Brasil.

O Financial Times ressaltou a figura divisiva que Lula se tornou nos últimos anos. “Enquanto partidários da esquerda o adoram, as pesquisas mostram que a maioria dos brasileiros queria vê-lo atrás das grades”, afirma o jornal americano.

Já a versão espanhola do El País lembrou uma das frases dita pelo ex-presidente durante seu discurso deste sábado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC: “A morte de um combatente não para a revolução”. Segundo o jornal, Lula falou “esculpindo cada frase como se fosse destinado aos livros de história”.

Para o inglês The Guardian, a prisão do petista marca “o fim de uma era inconfundível para a esquerda brasileira”.

Lula chegou a Curitiba na noite de sábado e foi levado de helicóptero para a Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense, onde vai começar a cumprir a pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Ele foi condenado no processo do tríplex no Guarujá, no âmbito da Operação Lava Jato.

Fonte: Veja - https://veja.abril.com.br/s/

YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco