header top bar

section content

Desempregados formam filas em São José de Piranhas

Centenas de pessoas formaram grandes filas em frente às instalações da Construtora Sucesso, na cidade de São José de Piranhas nesta terça-feira (14). Motivo: conseguir uma vaga para prestar serviços manuais em uma obra que a empresa está realizando na cidade. Desde o dia 1º de julho parte da construtora está instalada em São José […]

Por

16/07/2008 às 11h46

Centenas de pessoas formaram grandes filas em frente às instalações da Construtora Sucesso, na cidade de São José de Piranhas nesta terça-feira (14). Motivo: conseguir uma vaga para prestar serviços manuais em uma obra que a empresa está realizando na cidade.

Desde o dia 1º de julho parte da construtora está instalada em São José realizando manutenções no sistema de transmissão elétrica a serviço da Chesf – Companhia Hidrelétrica do São Francisco. As obras começam na cidade de Milagres, ainda no estado do Ceará, e vai até Coremas-PB, passando por São José de Piranhas.

Serviço
Com isso, parte da população aproveitou para oferecer sues serviços à construtora, e o que a princípio parecia ser apenas a entrega de alguns poucos currículos, ganhou proporções maiores e acabou se formando na porta da empresa grandes filas de desempregados à procura de trabalho.

Mas segundo o engenheiro Paulo César, responsável pela obra, o preenchimento de fichas feito ontem pela empresa não significa que as pessoas já estão contratadas para o trabalho. Segundo ele, a empresa vai precisar de operários, mas só chamará de acordo com suas necessidades.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:
SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde

ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa