header top bar

section content

Cajazeiras:Defensoria Pública tem poucos advogados

O Coordenador da Defensoria Pública de Cajazeiras, o advogado Luiz Humberto, revelou, em entrevista à Rádio Oeste da Paraíba, nesta quinta-feira (10), que o órgão possui um quadro de profissionais insuficiente para a demanda de atendimentos na cidade e região. Segundo Humberto, para que uma defensoria pública municipal funcione adequadamente é necessário pelo menos um […]

Por

10/07/2008 às 12h24

O Coordenador da Defensoria Pública de Cajazeiras, o advogado Luiz Humberto, revelou, em entrevista à Rádio Oeste da Paraíba, nesta quinta-feira (10), que o órgão possui um quadro de profissionais insuficiente para a demanda de atendimentos na cidade e região.

Segundo Humberto, para que uma defensoria pública municipal funcione adequadamente é necessário pelo menos um juiz, um promotor e dois advogados de defesa atuando em cada vara. O que não acontece em Cajazeiras, que possui quatro juizes, quatro promotores e apenas seis advogados distribuídos em quatro varas.

Humberto lamenta os problemas que isso vem causando, mas ressalta o esforço do órgão para realizar todos os atendimentos na cidade. “Apesar de tudo, a Defensoria Pública está atendendo satisfatoriamente. Talvez ainda não seja o adequado, mas está dando para atender tanto as pessoas que ns procuram, quanto às audiências com os juizes.”, colocou o coordenador.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:
DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”

É DO SERTÃO!

Cantores mirins do Vale do Piancó estão fazendo sucesso e bombando em vários estados brasileiros