header top bar

section content

Cajazeiras:Defensoria Pública tem poucos advogados

O Coordenador da Defensoria Pública de Cajazeiras, o advogado Luiz Humberto, revelou, em entrevista à Rádio Oeste da Paraíba, nesta quinta-feira (10), que o órgão possui um quadro de profissionais insuficiente para a demanda de atendimentos na cidade e região. Segundo Humberto, para que uma defensoria pública municipal funcione adequadamente é necessário pelo menos um […]

Por

10/07/2008 às 12h24

O Coordenador da Defensoria Pública de Cajazeiras, o advogado Luiz Humberto, revelou, em entrevista à Rádio Oeste da Paraíba, nesta quinta-feira (10), que o órgão possui um quadro de profissionais insuficiente para a demanda de atendimentos na cidade e região.

Segundo Humberto, para que uma defensoria pública municipal funcione adequadamente é necessário pelo menos um juiz, um promotor e dois advogados de defesa atuando em cada vara. O que não acontece em Cajazeiras, que possui quatro juizes, quatro promotores e apenas seis advogados distribuídos em quatro varas.

Humberto lamenta os problemas que isso vem causando, mas ressalta o esforço do órgão para realizar todos os atendimentos na cidade. “Apesar de tudo, a Defensoria Pública está atendendo satisfatoriamente. Talvez ainda não seja o adequado, mas está dando para atender tanto as pessoas que ns procuram, quanto às audiências com os juizes.”, colocou o coordenador.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’