header top bar

section content

Partidos da oposição não se unem

Padre Cleides desiste de pré - candidatura em Uiraúna

Por

25/06/2008 às 19h46

/Numa reunião realizada no salão da Capela Nª Sª de Lourdes, que começou por volta das 21 horas da noite dessa quinta (19), o pré-canditado a prefeito de Uiraúna, Padre Cleides – que havia se lançado há alguns dias – desistiu de concorrer ao pleito de outubro próximo.

O padre, no primeiro encontro lançou a proposta de ser candidato com a condição que seu nome fosse um consenso entre todas as forças políticas do município. A proposta do vigário gerou muita discussão na política local e na imprensa de todo sertão paraibano.

Estiveram presentes a segunda reunião dessa quinta todos os representantes dos partidos e suas respectivas coligações. Eles se manifestaram, uns contra e outros a favor da união em torno de um único candidato a prefeito. Dos nove representantes presentes, seis foram a favor da união e três contra.

Alguns foram enfáticos, como o pré-candidato Gilvan Moreira (P-SOL) que apenas disse não e outros fizeram alguns comentários como os pré-canditados, Neto de Leonam (PSB) e Paulo Arthur (DEM), esse último enfatizou que não só é a favor da candidatura de Padre Cleides, como está disposto até o prazo final (30/06) a renunciar sua pretensão de ser prefeito em favor do vigário.

A coligação comandada pelo PSDB foi representada por Batista de Didé. O grupo liderado pelo prefeito municipal, Dr. Bosco Fernandes, adotou a posição contrária a união política em torno de uma única candidatura. Didé, falando em nome da coligação situacionista, lembrou que há alguns anos foi oferecida uma oportunidade ao vigário de ser o candidato do partido a prefeito e, na época, o mesmo não só recusou como deixou um “Deus me livre” como resposta.

Na reunião Padre Cleides disse ainda que, caso chegassem ao consenso em torno do seu nome, seria enviado à Diocesse de Cajazeiras um pedido nesse sentido.

Foram a favor da união: Dr. Laurentino (DEM); Pingo D´água (PHS); Zé de Ló (PTB); Edilson (PT); Wellington Carlos (PV) e Antônio de Maro (PC do B). Os que não concordaram foram: Gilvan Moreira (P-SOL); Batista de Didé (PSDB) e Neto de Leonam (PSB).

Após a declaração dos representantes dos partidos, Padre Cleides não se alongou em suas palavras, apenas disse que sem o apoio de 100% dos partidos não haveria como ser pré-candidato a prefeito.

Do Portal Cofemac

Tags:
DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”

É DO SERTÃO!

Cantores mirins do Vale do Piancó estão fazendo sucesso e bombando em vários estados brasileiros