header top bar

section content

Números da destruição:

14 mil desabrigados, 25 mortos e 10 pontes destruídas na PB

Por

07/04/2008 às 23h52

A Secretária de Infra-Estrutura divulgou nesta segunda, 7, mais um relatório com os números das chuvas no Estado. Até o momento já somam-se 25 vítimas fatais, 11.860 desalojados, 3.372 desabrigados e 10 pontes destruídas, nos 75 municípios atingidos.

O relatório, feito em conjunto com a Defesa Civil do Estado, explicita o tamanho do caos na Paraíba, apontando que 210 casas já foram destruídas e outras 939 danificadas. Para proteger as famílias das inundações 40 prédios foram ocupados, 885 colchões, 310 cobertores e 1.300 cestas básicas foram distribuídas.

Em todo o Estado seis estradas estão interditadas e outras 29 estão em situação precária. Também foram destruídos 123 açudes, 70 bueiros. Além das 10 pontes destruídas, outras 3 foram danificadas.

de acordo com informações repassadas pela Defesa Civil Nacional, a Paraíba é o estado com o maior número de municípios atingidos, seguido do Piauí, Maranhão, Pernambuco e Ceará. O número de desabrigados é 68,6 mil pessoas.

Detalhamento – A cidade com maior número de vítimas fatais é Itabaiana, com 6 mortos, seguido de perto por Boqueirão, 4. Também foram registrados óbitos em Brejo do Cruz (1), Cabaceiras (1), Desterro (1), Nova Olinda (1), Olho Dágua (2), Patos (1), Pombal (1), Santa Rita (2), São José de Piranhas (2) e Soledade.

O maior número de desalojagos está em São João do Rio do Peixe, 2.500, e Sousa, 2.385, seguidos por Campina Grande (900) e São João do Cariri (800). Sousa também tem o maior contigente de desabrigados (960), depois vem São Bento (694), Campina Grande (505) e Bayeux (495).

Sousa éde longe a cidade mais atingida pelas chuvas, também tem o maior número de casas destruídas (69) e danificadas (220), com 21 prédios públicos ocupados para abrigar as famílias.

O governador Cássio Cunha Lima (PSDB) reuniu-se hoje com o presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) e recebeu a garantia da agilização na liberação das verbas para o estado. Lula assinou Medida Provisória liberando mais de R$ 613 milhões para os atingidos pela chuva e resolveu estender o programa Garantia Safra aos agricultores atingidos pela chuva.

A medida dará principalmente aos pequenos agricultores a possibilidade de resgatar suas plantações.

Fonte: Paulo Dantas

Tags:
SEIS CIDADES

VÍDEO: Candidatos da Paraíba e do Ceará concorrem em mais uma eliminatória do Talentos do Sertão 2022

SEPARADOS À FORÇA

VÍDEO: Família se emociona em Cajazeiras no reencontro de mãe e filho que não se viam há mais de 50 anos

AO LADO DO PRESIDENTE

VÍDEO: Cícero Lucena ouve sonora vaia de apoiadores de Bolsonaro e tem dificuldade para discursar

DOGMAS

VÍDEO: Padre explica por que Igreja Católica Brasileira não celebra casamento de pessoas do mesmo sexo

Recomendado pelo Google: