header top bar

section content

Criança de 7 anos é transferida para João Pessoa com suspeita de dengue hemorrágica

O Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW) de João Pessoa registra mais um caso de dengue com sintomas hemorrágicos na Paraíba. Assim, a lista de atendimentos de pessoas suspeitas de terem contraído a doença, na sua forma mais grave, sobe para 24 casos só nos três primeiros meses do ano. Segundo o superintendente do hospital, João […]

Por

29/03/2008 às 18h55

O Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW) de João Pessoa registra mais um caso de dengue com sintomas hemorrágicos na Paraíba. Assim, a lista de atendimentos de pessoas suspeitas de terem contraído a doença, na sua forma mais grave, sobe para 24 casos só nos três primeiros meses do ano. Segundo o superintendente do hospital, João Flávio Paiva, a criança de sete anos que veio transferida da cidade de Cajazeiras, no Sertão do Estado, foi internada na última quinta-feira, e mesmo apresentando todos os sintomas da dengue hemorrágica, precisa passar por exames sorológicos para identificar a positividade do caso.

O superintendente explicou que o hospital já atendeu 53 pessoas vítimas da doença em sua forma clássica, 22 que esperam por resultados de confirmação da enfermidade e 24 com suspeitas de estarem com a dengue tipo 4 (hemorrágica). “Não podemos afirmar que as 24 pessoas que estiveram internadas no HU estavam com a dengue hemorrágica, pois sabemos apenas que elas apresentavam os mesmos sintomas. O resultado final só pode ser confirmado depois que o exame sorológico for confirmado”, disse.

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, 1.892 casos de dengue foram registrados em todo o Estado e as cidades mais comprometidas são: Cajazeiras, Uiraúna, Catolé do Rocha, São José de Caiana e São Mamede. Já na cidade de João Pessoa os bairros mais atingidos estão sendo Varjão, Cristo Redentor e Jaguaribe, com 24 casos clássicos e dois hemorrágicos. “Estamos intensificando as campanhas de combate e prevenção, pois com o aumento das chuvas em nossa cidade, a incidência de casos pode aumentar significativamente”, explicou o chefe da sessão de controle de vetores, da Secretaria Municipal de Saúde, Nilton Guedes.

Fonte: JORNAL DA PARAÍBA

Tags:

Recomendado para você pelo google

ASSISTA À ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Em Cajazeiras, Ciro Gomes fala sobre Lula, PT, Bolsonaro, Ricardo, João Azevêdo e eleições

VÍDEO

Empresário revela convite das oposições de Cajazeiras para disputar a prefeitura e derrotar Zé Aldemir

EVENTO CATÓLICO

VÍDEO: I Adora Cristo é sucesso em Cajazeiras, e coordenador da Missão Éfeso acredita em crescimento

SAÚDE BUCAL

VÍDEO: ortodontista sousense revela se é possível rejeição em casos de implantes dentários