header top bar

section content

Prefeitura diz que está em ação

Secretário garante que Governo Municipal tem feito sua parte

Por

08/02/2008 às 17h44

Nesta sexta-feira, 08, o secretário de saúde do município de Cajazeiras, Maxuel Araújo, afirmou, que a Secretaria não tem medido esforços para combater qualquer ameaça de epidemia de dengue na cidade.

Maxuel garante que está havendo uma forte ação por parte dos agentes do PEVA a fim de conscientizar a população cajazeirense a tomar medidas básicas para que não haja proliferação do aedes egypit.

“A Secretaria de Saúde vem desempenhando seu trabalho de forma extraordinária, cobrando dos agentes do PEVA que botem a população para se conscientizar do seu papel nessa luta”, assegurou o secretário.

Comentado sobre o caso do deputado estadual Jeová Campos, que foi internado em João Pessoa com suspeitas de dengue hemorrágica, Maxuel afirmou que está havendo casos desse tipo de doença em todo o Brasil, e que se trata de um vírus bem mais resistente que os comuns.

“Não só em Cajazeiras, mas em todo o Brasil, o vírus do aedes egypit tem evoluído, e tem mostrado resistência, está havendo mutações. Então, está ocasionando em todo o Brasil uma dengue mais forte, que pode gerar uma possível dengue hemorrágica”.

O secretário aproveitou para explicar a demora dos agentes de saúde do PEVA em passar nas casas para o tratamento da água, demora esta que está gerando reclamações da população.

“A questão do pessoal do PEVA é que ele passa em todas as residências, e quando termina todo o quarteirão, ele retorna, aí leva mais ou menos de quinze dias a dois meses. Mas os agentes comunitários de saúde e os agentes do PEVA estão fazendo os arrastões da saúde em toda a cidade, orientando e cobrando em casa”, garantiu Maxuel Araújo.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:
SEIS CIDADES

VÍDEO: Candidatos da Paraíba e do Ceará concorrem em mais uma eliminatória do Talentos do Sertão 2022

SEPARADOS À FORÇA

VÍDEO: Família se emociona em Cajazeiras no reencontro de mãe e filho que não se viam há mais de 50 anos

AO LADO DO PRESIDENTE

VÍDEO: Cícero Lucena ouve sonora vaia de apoiadores de Bolsonaro e tem dificuldade para discursar

DOGMAS

VÍDEO: Padre explica por que Igreja Católica Brasileira não celebra casamento de pessoas do mesmo sexo

Recomendado pelo Google: