header top bar

section content

Secretário de Saúde diz que cobrança de anestesia é ilegal

O secretário condena qualquer tipo de cobrança por parte de funcionários da rede pública de saúde, e pede que a população ajude nesse processo que ele chamou de “fiscalização diuturna”.

Por

28/12/2007 às 02h21

width=188As denúncias que foram feitas à imprensa cajazeirense, nos últimos dias, contra médicos e funcionários do Hospital Regional, continuam dando o que falar.

Depois do diretor do Hospital, Mário Messias, que abriu uma sindicância para apurar o caso, foi a vez, agora, do Secretário Geral de Saúde do Estado, Geraldo Almeida, falar sobre as supostas irregularidades na saúde pública da cidade.

Em entrevista a uma emissora de rádio da região, Geraldo afirma que já abriu inquérito para apurar as denúncias de que teve conhecimento.

O secretário também condena qualquer tipo de cobrança por parte de funcionários da rede pública de saúde, e pede que a população ajude nesse processo que ele chamou de “fiscalização diuturna”.

“A gente tem que começar a separar os maus profissionais. Lembrar que a gente trabalha num hospital público, que não há cobrança. E a população deve participar desse trabalho de fiscalização diuturna, porque estamos trabalhando para o SUS, e não é permitido cobrança de honorários.”, disse o secretário.

Geraldo Almeida também nega que a cobrança de consultas pré-anestésicas seja uma prática normal e legal no Sistema Único de Saúde.

“De fato, cobrança de consultas não é permitida. O hospital é público, em que o atendimento é público, destinado aos usuários do SUS, e que não há cobrança de honorários de espécie alguma.”, disse.

Almeida garante ainda que irá conversar com a diretoria do Hospital Regional e tomar as providências em relação ao fato.

“Nós não toleramos nenhum desvio de conduta por parte de quem quer que seja. Portanto, vamos enviar o inquérito ao comissário-chefe para que se possa fazer os trâmites necessários para apuração e punição, se for o caso.”, concluiu.

Jocivan Pinheiro
Da redação do Diário do Sertão

Tags:
SEIS CIDADES

VÍDEO: Candidatos da Paraíba e do Ceará concorrem em mais uma eliminatória do Talentos do Sertão 2022

SEPARADOS À FORÇA

VÍDEO: Família se emociona em Cajazeiras no reencontro de mãe e filho que não se viam há mais de 50 anos

AO LADO DO PRESIDENTE

VÍDEO: Cícero Lucena ouve sonora vaia de apoiadores de Bolsonaro e tem dificuldade para discursar

DOGMAS

VÍDEO: Padre explica por que Igreja Católica Brasileira não celebra casamento de pessoas do mesmo sexo

Recomendado pelo Google: