header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Fiéis abraçam prefeitura de Cajazeiras e clamam por ações contra drogas. Vídeo!

Este ano é um ano eleitoral, e ao passar em frente a prefeitura de Cajazeiras os fiéis fizeram uma corrente ao redor do prédio

Por

09/01/2016 às 14h24

O projeto missionário da Igreja Betel Brasileiro realizou na manhã deste sábado uma caminhada nas principais ruas de Cajazeiras com intuito de conscientizar para o grande mal que assola a nossa cidade atualmente: a violência.

  

Aos sábados ocorre a tradicional feira no centro da cidade, e o movimento chamou a atenção de todos, pela alegria e disposição em cantar e conseguir envolver os outros na mesma corrente.

Este ano é um ano eleitoral, e ao passar em frente a prefeitura de Cajazeiras os fiéis fizeram uma corrente ao redor da sede do poder executivo cajazeirense, num momento de oração pelos políticos da cidade.

  

No meio dos jovens havia uma mãe, segurando uma foto de um jovem, e todos se perguntavam: ‘quem era o jovem da foto?’ a senhora é apenas uma das várias que perderem seus filhos para o submundo do crime, e que foi assassinado e até hoje não sabe quem foi o autor do referido crime.

Após momentos de louvor, a caminhada seguiu para a Praça Coração de Jesus, onde culminou com a apresentação de jovens missionários mostrando que Jesus é a paz que a cidade tanto precisa.

Os pastores da Igreja Betel Brasileiro disseram que a Igreja Evangélica abraça a causa em favor da vida e que a sociedade precisa despertar para que a violência não aumente cada vez mais neste ano de 2016.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”