header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Prefeitura de Sousa e SEBRAE discutem estratégias para potencializar turismo

O projeto visa integrar as regiões e assim explorar as potencialidades locais.

Por

11/09/2015 às 15h15

O projeto visa integrar as regiões e assim explorar as potencialidades locais

Quais as potencialidades turísticas de Sousa? Como melhorar os pontos turísticos para atrair mais turistas? Esses e outros questionamentos foram discutidos numa reunião e visita técnica realizada nesta quinta-feira, 10 de setembro entre SEBRAE (CE) e a Secretaria de Turismo. O projeto visa integrar as regiões e assim explorar as potencialidades locais.

Foi o primeiro encontro realizado pelo grupo de trabalho que vai desenvolver um projeto que terá o objetivo de potencializar o turismo de Sousa.  Na ocasião a equipe visitou o Vale dos Dinossauros e o Serrote do Letreiro.

Participaram da reunião e visita técnica a Coordenadora Nacional do SEBRAE, Tânia Brizolla, o Diretor da Superintendência do SEBARE/Ceará Joaquim Cartaxo Filho, João Bosco Gerente do SEBRAE/Sousa.

O Diretor Superintendente do SEBRAE do Ceará, Joaquim Cartaxo Filho responsável pelo Geoparque do Araripe esteve presente na visita técnica e destacou que  os atrativos turísticos do município, são muitos, só é preciso potencializar. “O objetivo da visita é a elaboração de um projeto do SEBRAE interestadual, integrando a Paraíba e o Ceará. Vejo o Vale dos Dinossauros como um grande potencial, para isso é preciso que ele vire um geoparque”, ressaltou.

“Tivemos uma grande oportunidade de estar junto com a equipe SEBRAE do Ceará que trabalha com o geossítios no Araripe para trocarmos informações e experiências. Através da visita técnica, ficou claro o potencial turístico de Sousa e região. O SEBRAE nacional está juntando os dois estados, Paraíba e o Ceará para trabalhar este setor,” ressaltou João Bosco gerente do SEBRAE/Sousa. 

O Turismo tem sido importante na atração de populações, tendo em vista as múltiplas possibilidades de investimento, a geração de renda e de emprego. Esse quadro tem favorecido a dinamização e ampliação de diversas atividades, tais como: o setor de transportes, além de aumentar a arrecadação de impostos e ampliação do mercado formal e informal de trabalho.

 

O Geoparque é uma marca atribuída pela Rede Global de Geoparques (GGN), sob os auspícios da UNESCO a uma área onde sítios do patrimônio geológico (geossítios) representam parte de um conceito notável de proteção (geoconservação), educação (geoeducação) e desenvolvimento sustentável (geoturismo) e desenvolvimento territorial).

Um geossítio é caracterizado por um local de relevância nos seguintes aspectos: geológico (formação estratigráfica/ rochas), paleontológico (fósseis), cultural (manifestações diversas das comunidades que o compõe) e histórico ( historia de um povo e de sua terra). A implantação dos geoparques, embora recente, tem apresentado notáveis experiências de desenvolvimento regional sustentável, em todo o mundo.

O credenciamento da UNESCO propicia significados vinculados à proteção do patrimônio, meio ambiente e paisagem, como desenvolvimento da ciência e tecnologia, incremento aos sistemas de produção do conhecimento e cultura como ainda perspectivas de estruturação do território, fortalecimento da atividade econômica e notadamente incremento dos negócios do turismo e das escolas de produção local.

Decom

Tags:
PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”

A ARTE DO CORPO

VÍDEO: Bailarino que dá aula de dança em Cajazeiras fala da sua trajetória e de projetos para a cidade