header top bar

section content

Vale dos Dinossauros abandonado

Robson Marques denuncia abandono do cartão postal de Sousa

Por

25/01/2010 às 23h34

“É lamentável como o Vale dos Dinossauros na cidade de Sousa vem sofrendo um verdadeiro abandono nos últimos anos”. O lamento é do administrador do sítio arqueológico encravado no Vale do Rio do Peixe, Robson Araújo Marques (foto).

Ele também afirmou que desde 1975 vem sendo o guardião do local e não se considera um administrador porque nunca recebeu remuneração do governo pelo seu trabalho.

Promessa
Robson Araújo salientou que o governo Cássio Cunha Limanunca fez nada pelo Vale dos Dinossauros, mas que agora há uma promessa do atual gestão estadual e da Petrobrás para restaurar um dos principais pontos turísticos da Paraíba.

“Há uma promessa de Maranhão, com relação a uma verba da Petrobrás, que está prometendo ao Vale o valor de R$1 milhão, então com esse dinheiro este espaço que é tão importante para o turismo de nossa cidade será restaurado, e caso contrário este Vale irá desaparecer, pois as pegadas estão se deteriorando”, declarou.

/  /

Descoberta das pegadas
Ele também esclareceu sobre como aconteceu a descoberta das pegadas destes animais pré-históricos no ano de 1897, frisando que o seu avô foi quem descobriu as primeiras marcas deixadas pelos dinossauros no sertão paraibano, quando foi caçar alguns animais, e segundo ele, no momento em que ele (o seu avô) se deparou com as pegadas ficou muito impressionado.

“Ele pensou até que eram rastros de lobisomem, monstros, alma, boi-ema ou outras fantasias que as pessoas mais velhas contavam naquela época, mas em 1924 o paleontólogo Luciano Jacques esteve em Sousa e afirmou que gostaria de conhecer a cidade, trouxe uma lambe-lambe (máquina fotográfica antiga), tirou algumas fotografias do lugar, e mandou para um paleontólogo na Inglaterra, e este mandou dizer em uma carta que não tinha nada a ver com pegadas de boi-ema, eram pegadas de dinossauros”, relatou.

Confira as fotos da situação do Vale dos Dinossauros em Sousa:
/  /
Replica arruinado                                     Situação das paredes da sede do Vale


/  /
Documentos estão desgatados             Teto e paredes precisam de restauração

Marcas importantes
Segundo Robson, em 1975 um paleontólogo italiano que vem ao Brasil todos os anos fez um estudo e publicou um livro intitulado “Sobre as pegadas dos dinossauros”, afirmando que estes vestígios são uma das marcas mais importantes para a história da paleontologia no mundo inteiro.

Pegadas no sertão
O administrador do Vale também confirmou que no início das pesquisas, as pegadas só eram encontradas na região de Sousa, mas nos dias atuais novas pegadas foram descobertas nas cidades de Uiraúna, São João do Rio do Peixe e Aparecida, e todas foram estudadas e mapeadas.

Dúvidas
“Eu não sei afirmar como surgiram os dinossauros neste Vale na cidade de Sousa, e tenho muitas dúvidas de como aconteceu a extinção destes animais”, afirmou. Ele também argumentou que as pegadas são resistentes à ação da natureza, devido aos recursos empregados para conservá-las.

Confira a reportagem da máteria:

RAQUEL ALEXANDRE
Da redação do Diário do Sertão

Tags:

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Secretário de João Azevêdo defende aproximação de Dra Paula e Zé Aldemir ao Governo estadual

BRIGA NO CARNAVAL

VÍDEO: Autoridades policiais revelam que suspeitos do crime na Vila Nova em Cajazeiras alegaram vingança

SAÚDE

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe médico radiologista e tira dúvidas sobre os exames por imagem

CRISE NO PSB

VÍDEO: Nonato Bandeira evita dar resposta a Ricardo por determinação de João Azevêdo: “Estamos focado no trabalho”